Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
London (United Kingdom), 09/02/2022.- British Prime Minister Boris Johnson departs 10 Downing Street for Prime Minister’s Questions at parliament in London, Britain, 09 February 2022. Johnson remains under pressure due to the ongoing police inquiry over ‘partygate’ (Reino Unido, Londres) EFE/EPA/ANDY RAIN
Boris Johnson: plano para livrar o Reino Unido da dependência energética| Foto: Andy Rain/EFE

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deve se reunir com representantes da indústria nuclear na segunda-feira (21), segundo o portal de notícias Bloomberg, para discutir em quanto tempo os planos de construir novas usinas podem ser concretizados, enquanto o país busca se livrar da dependência do gás russo. O Reino Unido faz parte dos países que aplicaram sanções econômicas à Rússia após a invasão da Ucrânia.

Devem participar da reunião as empresas Electricite de France SA, Bechtel Group Inc. e Westinghouse Electric Co., além de bancos e fundos de pensão. As informações foram dadas à reportagem por uma fonte que pediu para não ser identificada, porque os detalhes do encontro não são públicos.

Espera-se que a nova estratégia energética do país, a ser debatida segunda-feira, enfatize a independência energética. Para isso, é preciso que a energia nuclear seja uma das fontes de baixo carbono, além das energias eólica e solar. O que dificulta a execução do plano é o alto custo da construção dos reatores, avaliado em até 20 bilhões de libras. Daí a importância da presença dos bancos no encontro.

O governo de Boris Johnson já sinalizou que pretende construir uma usina nuclear de grandes proporções até 2024, provavelmente no sudeste da Inglaterra. Desde o início da guerra, os planos para construir uma segunda usina em Wylfa, no País de Gales, ressurgiram através de um consórcio dos Estados Unidos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]