O primeiro-ministro finlandês, Jyrki Katainen, anunciou neste sábado que vai deixar o cargo em junho.

Katainen disse em entrevista coletiva que não concorrerá a um novo mandato como presidente de seu partido conservador Coalizão Nacional em junho, o que significa que ele deixará de ser primeiro-ministro.

Katainen, que comanda o seu partido por 10 anos e uma coalizão de governo de seis partidos desde 2011, afirmou que não vai disputar uma vaga no parlamento da União Europeia em maio ou no parlamento finlandês no próximo ano. Em vez disso, ele disse que estava interessado em tarefas internacionais.

"Por exemplo, adesão à Comissão (Europeia) ou deveres especiais... Fora da comissão - estou interessado nisso", declarou Katainen em um comício do partido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]