i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Revelação

Presidente admite que Afeganistão recebe "sacos de dinheiro" do Irã

Pagamentos são feitos de forma transparente, disse Hamid Karzai. Denúncia havia sido feita na véspera pelo New York Times

  • PorReuters
  • 25/10/2010 15:27

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, admitiu nesta segunda-feira (25) que seu gabinete recebeu dinheiro do Irã em sacos, mas disse que essa é uma forma transparente de auxílio, que ajuda a cobrir as despesas do palácio presidencial e que os Estados Unidos fizeram pagamentos similares.

A satisfação do presidente foi dada depois de uma reportagem ter mostrado, no domingo, que o chefe de gabinete de Karzai, Omar Dawoodzai, recebe grandes quantidades de dinheiro em sacos, possivelmente cerca de 6 milhões de dólares em cada pagamento, do vizinho Irã, em uma tentativa de assegurar influência e lealdade.

Citando uma autoridade afegã que não quis se identificar, o jornal "The New York Times" informou que milhões de dólares em dinheiro transportado do Irã foram usados para pagar parlamentares afegãos, líderes tribais e comandantes do Taleban.

Karzai disse que recebe dinheiro de vários "países amigos", mas citou apenas EUA e Irã, este último com contribuições de até 700 mil euros (US$ 976.500), duas vezes ao ano.

Karzai também disse que continuará pedindo dinheiro ao Irã.

"O governo do Irã ajuda o gabinete com 500, 600 ou 700 mil euros, uma ou duas vezes por ano, o que é um auxílio oficial", disse Karzai a repórteres em uma coletiva de imprensa conjunta com o presidente do Tadjiquistão, Imomali Rakhmon.

"Isso é transparente, é algo que discuti até com o presidente George (W.) Bush. Nada é escondido. Os Estados Unidos estão fazendo a mesma coisa. Eles dão sacos de dinheiro, sim. É tudo igual."

Karzai afirmou que os recursos são gastos com despesas do palácio, salários e "pessoas de fora", mas não deu mais detalhes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.