Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Matteo Renzi, o em breve ex-primeiro-ministro italiano | ANDREAS SOLARO/AFP
Matteo Renzi, o em breve ex-primeiro-ministro italiano| Foto: ANDREAS SOLARO/AFP

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, aceitou a derrota em referendo que votava reformas na Constituição do país, em um discurso realizado há pouco. Renzi ainda informou que pretende renunciar ao cargo de primeiro-ministro, possibilidade já era esperada por analistas em caso de vitória do “não” no referendo deste domingo (4). A carta de saída será entregue na segunda-feira (5), explicou.

“Os italianos claramente rejeitaram o referendo”, afirmou Renzi, que fez campanha pelo “sim”. Ele agradeceu o apoio obtido na campanha. “Assumo toda a responsabilidade pela derrota. Eu perdi, não vocês”, disse.

O voto deste domingo visava principalmente a uma reforma do processo legislativo do país. A aceitação das mudanças tiraria poderes do Senado e aceleraria a tramitação de projetos de lei. Além disso, a reforma reduziria a maior parte da autoridade das regiões locais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]