Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Um primeiro grupo de 50 combatentes do opositor Exército Livre Sírio (ELS) entrou nesta quarta-feira no enclave curdo de Kobani, através da Turquia, para ajudar a defender a cidade dos extremistas, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os rebeldes chegaram a Kobani, situada no norte da Síria, com suas armas, enquanto se espera sem demora a chegada dos "peshmergas", forças curdo-iraquianas, que ontem chegaram a território turco.

Segundo a Turquia, está previsto que cerca de 150 "peshmergas" entrem em Kobani, além de cerca de 1.300 membros do ELS.

Enquanto isso, os combates entre o grupo Estado Islâmico (EI) e os milicianos curdo-sírios prosseguem dentro da povoação nas imediações da praça da Liberdade.

O EI lançou 12 foguetes contra diferentes partes da cidade, sem que se saiba se causaram mortos ou feridos.

A coalizão internacional, comandada pelos Estados Unidos, bombardeou na madrugada passada posições dos radicais em um mercado de verduras que controlam no leste de Kobani.

Desde o dia 16 de setembro, Kobani é alvo de uma ofensiva do EI e está rodeada por todos seus lados pelos extremistas, exceto pelo norte, onde faz limite com a Turquia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]