Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Índia está intensificando os preparativos para controlar a gripe aviária nas fronteiras, já que é vizinha de muitos países com "surtos descontrolados" da doença em animais e próxima a nações com casos de humanos infectados, segundo Naresh Dayal, secretário federal de saúde indiano.

Dayal referiu-se a Mianmar e Bangladesh, ambos países que passaram por uma série de epidemias da doença em aves neste ano e compartilham grande parte da fronteira com o remoto nordeste indiano.

"Estamos cercados por países com surtos descontrolados (da doença) em aves domésticas e pássaros", afirmou Dayal à Reuters durante uma entrevista na terça-feira. "Além disso, há o Vietnã e a Indonésia."

A Indonésia e o Vietnã -dois países a poucas horas de vôo de distância de algumas cidades da Índia- registraram mortes humanas ligadas à gripe aviária em 2007. A Indonésia possui 83 casos com óbito confirmados desde 2003, maior número em todo o mundo.

Neste mês, a Índia conseguiu conter um surto de gripe aviária em galinhas no estado de Manipur, próximo à fronteira com Mianmar, que apresentou dois focos da doença em aves domésticas apenas no mês de julho.

A Índia elevou a vigilância em suas fronteiras com Mianmar e com Bangladesh, segundo Dayal, acrescentando que Nova Délhi ofereceu auxílio aos países vizinhos para combater a doença.

"Estamos dispostos a fornecer ajuda a Bangladesh. Também é do nosso interesse", afirmou, acrescentando que a Índia também estava preparada para oferecer apoio a Mianmar caso fosse requisitado.

"Mundialmente, teme-se a transmissão (da doença) de humano para humano. Temos que ser capazes de dominá-la caso, Deus nos proteja, isso comece", ponderou Dayal.

Globalmente, há mais de 300 casos confirmados de humanos contaminados pelo vírus H5N1 desde 2003, com 200 mortes contabilizadas, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]