Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Autoridades de segurança do Egito informaram que a polícia prendeu sete homens suspeitos de terem participado do abuso sexual de uma estudante de 19 anos durante as comemorações pela posse do novo presidente do país, Abdel Fattah el-Sisi.

O Ministério do Interior identificou os sete homens em um comunicado, dizendo que eles tem idade entre 15 e 49 anos. O texto diz que eles foram presos por "assediar várias garotas", mas não fez menção ao caso da estudante. Um policial foi ferido enquanto estava executando a detenção do grupo, relatou o ministério.

Um vídeo postado em uma rede social mostra a estudante completamente nua com partes de seu corpo ensanguentadas ao mesmo tempo que policiais a carregam para fora da Praça Tahrir, onde dezenas de milhares comemoravam a posse de el-Sisi no domingo.

Outro vídeo de desencadeou uma enxurrada de críticas internacionais mostra uma repórter de televisão dizendo à apresentadora que estava no estúdio que havia vários casos de assédio sexual em Tahrir durante as comemorações.

Na sequência, a apresentadora disse com um sorriso no rosto: "é porque eles estão felizes".

O assédio sexual é um dos males sociais duradouros do Egito, o que levou o governo a emitir uma lei na semana passada aumentando a criminalização para esse ato.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]