Os testes com vacinas contra o vírus do ebola poderão ter início na África em dezembro, declarou nesta sexta-feira (24), em Genebra, Marie-Paule Kieny, subdiretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Estamos colocando em andamento tudo que for necessário para começar os testes nos países afetados no mais tardar em dezembro", declarou.

Durante uma coletiva de imprensa virtual, Kieny acrescentou que está previsto o envio de centenas de milhares de doses de vacinas à África durante o primeiro trimestre de 2015.

Kieny deu estas declarações depois de uma reunião a portas fechadas sobre possíveis vacinas, e da qual participaram especialistas médicos, dirigentes de países afetados pelo vírus, empresas farmacêuticas e organismos de financiamento.

Duas vacinas experimentais aparecem como as principais candidatas a frear a maior epidemia da doença, que já matou quase 4.900 pessoas desde o começo de 2014, em sua maioria na África Ocidental: a canadiense rVSV, que deve chegar a Genebra para um novo período de testes, e a britânica ChAd3.

"A vacina não é a panaceia, mas quando estiver pronta, poderá converter-se em uma grande parte dos esforços para mudar os rumos da epidemia", acrescentou.

"Ao menos cinco vacinas estão logo atrás e devem estar nas clínicas nos primeiros meses de 2015", disse Kieny. Entre elas, uma desenvolvida pela Johnson & Johnson, que deve começar a ser testada em humanos em janeiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]