Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Presidente da Colômbia, Ivan Duque, disse que prisão de “Otoniel” foi o maior golpe no narcotráfico desde a queda de Pablo Escobar, em 1993
Presidente da Colômbia, Ivan Duque, disse que prisão de “Otoniel” foi o maior golpe no narcotráfico desde a queda de Pablo Escobar, em 1993| Foto: Presidencia Colombia / EFE

O traficante de drogas mais procurado da Colômbia, Dairo Antonio Úsuga David, conhecido como "Otoniel", foi preso neste sábado (23) em uma operação conjunta da polícia e das Forças Armadas no noroeste do país.

"Otoniel" é o número um do grupo criminoso chamado Clã do Golfo e era procurado desde 2015 na região de Urabá.

Segundo o governo colombiano, o Clã do Golfo é responsável pelo envio de toneladas de cocaína aos Estados Unidos. Além disso, o grupo montou uma rede criminosa dedicada à extorsão de empresários e comerciantes na fronteira com o Panamá.

Dairo Úsuga David também é acusado de assassinar vários policiais e líderes sociais como parte de sua estratégia de terror nas áreas onde o grupo opera.

Por tudo isso, "Otoniel" tem mais de 100 processos abertos na Justiça colombiana. Ele também estava na lista vermelha da Interpol.

"Maior golpe no narcotráfico desde a queda de Pablo Escobar"

A prisão do traficante é o maior golpe no narcotráfico desde a queda de Pablo Escobar em 1993, segundo o presidente da Colômbia, Iván Duque.

"Este é o golpe mais duro dado ao narcotráfico neste século em nosso país e só se compara à queda de Pablo Escobar", disse Duque, em declaração concedida na base militar de Tolemaida, na região central do país.

O presidente afirmou ainda que "Otoniel" era "o traficante de droga mais temido do mundo" e, também, "assassino de policiais, militares, lideranças sociais, além de recrutador de menores".

Além disso, segundo Duque, a prisão do líder do maior grupo criminoso do país dedicado ao tráfico de drogas representa "o fim do Clã do Golfo".

"A todos aqueles que pertenceram a esta estrutura criminosa, a mensagem que lhes envio é clara e contundente: ou se submetam imediatamente à Justiça ou o peso da lei será aplicado sobre eles da mesma forma", ameaçou o presidente Iván Duque.

O governo colombiano chegou a oferecer uma recompensa de até 3 bilhões de pesos (cerca de R$ 4,5 milhões) por informações sobre seu paradeiro. Os Estados Unidos classificam "Otoniel" como um dos mais perigosos narcotraficantes e lavadores de dinheiro do mundo.

Como foi a prisão do traficante mais procurado da Colômbia

O chefe do narcotráfico, que durante meses esteve cercado e sitiado pelo Exército e pela polícia em Urabá, no noroeste do país, foi capturado em uma área remota, perto do Nudo de Paramillo, entre dois morros, de acordo com informações da polícia.

"Otoniel" apareceu em imagens veiculadas por diversos meios de comunicação, sorrindo, vestido de calça e camisa pretas e com as mãos amarradas nas costas, sendo conduzido por soldados armados com rifles após descer de um helicóptero militar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]