i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cemitério

Túmulos de militares muçulmanos são profanados na França

Soldados morreram lutando pela França na Primeira Guerra Mundial. Túmulos de judeus também foram violados em Notre-Dame de Lorette

  • PorReuters
  • 08/12/2008 17:50
Lápides brancas de soldados muçulmanos foram pichadas com tinta preta com slogans neonazistas, em Notre-Dame de Lorette | Pascal Rossignol / Reuters
Lápides brancas de soldados muçulmanos foram pichadas com tinta preta com slogans neonazistas, em Notre-Dame de Lorette| Foto: Pascal Rossignol / Reuters

Centenas de túmulos da ala muçulmana de um cemitério militar na França foram pichadas com símbolos nazistas na segunda-feira (8), dia do maior feriado do calendário islâmico, a festa do Eid al-Adha.

Esse foi o terceiro ataque do tipo no local em menos de dois anos.

Cerca de 15 lápides de judeus também foram atacadas.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, condenou a ação no cemitério militar Notre-Dame de Lorette, perto da cidade de Arras, e um dos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial. Sarkozy afirmou que os responsáveis pelo ataque serão julgados logo.

Segundo uma fonte policial, cerca de 500 dos cerca de 600 túmulos no local foram profanados.

Bem alinhadas, as lápides brancas são de soldados muçulmanos que morreram ao lutar pela França e foram pichadas com tinta preta com slogans neonazistas, segundo a polícia.

Centenas de milhares de soldados muçulmanos das colônias francesas na África lutaram na Primeira Guerra e dezenas de milhares morreram. A França agora é o país europeu com a maior comunidade muçulmana.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.