Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os países da União Europeia (UE) decidiram ontem ampliar as sanções econômicas impostas à Rússia por seu papel na crise ucraniana até o final de janeiro de 2016. As sanções impostas em julho de 2014 afetam os mercados de capital, defesa, produtos de uso dual e tecnologias sensíveis e tinham validade de um ano.

Ontem, a Alemanha condenou a decisão do governo russo de aumentar seu arsenal nuclear. Na terça-feira, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que o país terá 40 novos mísseis intercontinentais até o fim do ano. “(O anúncio)é desnecessário e certamente não contribui para a estabilidade e o alívio da tensão na Europa”, afirmou o ministro alemão das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]