Francesa de 78 anos é a primeira a receber a vacina contra a Covid-19 em seu país
Francesa de 78 anos é a primeira a receber a vacina contra a Covid-19 em seu país| Foto: Thomas Samson/AFP

A campanha de vacinação em massa contra a Covid-19 começou neste domingo (27) em diversos países da União Europeia. O bloco econômico já conta com doses para imunizar 300 milhões de habitantes em uma ação unificada.

Não apenas países com maior poderio econômico, como Alemanha e França, dão início à administração das doses neste domingo, mas também países menos expressivos, como Luxemburgo, Bélgica, Áustria, Espanha e Bulgária, devido ao plano integrado para o continente.

A vacina utilizada para a campanha na União Europeia foi desenvolvida em parceria pela farmacêutica americana Pfizer com a alemã BioNTech. Antes do fim do ano, 12,5 milhões de doses estão previstas para chegarem aos países selecionados.

Nem todos os países iniciarão o processo ao mesmo tempo. A Irlanda deve começar a distribuir suas doses na quarta-feira (30) e a Itália, primeiro país a ser atingido pela pandemia de Covid-19, somente no próximo domingo, 3 de janeiro.

Já na Holanda, a vacinação deve começar apenas no dia 8 de janeiro por conta de um problema de tecnologia para solucionar a logística de distribuição dos imunizantes.

Enquanto isso, Hungria e Alemanha já deram início ao processo no sábado (26), com a chegada de 4.875 doses em Budapeste e com a primeira vacinada da Alemanha, uma mulher de 101 anos em uma casa de repouso. Eslováquia, Sérvia e Suíça também já haviam dado a largada no continente.

“Começamos hoje a virar a página de um ano difícil. A vacina contra Covid-19 já foi entregue a todos os países da União Europeia”, afirmou no sábado (26), no Twitter, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

O presidente da França, Emmanuel Macron, comemorou pelo Twitter o início da vacinação contra o novo coronavírus no país. Segundo ele, a aplicação das doses será feita gratuitamente pelo sistema de saúde.

“Eu já disse e repito: a vacina não será obrigatória. Tenhamos confiança nos nossos pesquisadores e médicos. Somos o país dos iluministas e de Pasteur. A razão e a ciência devem nos guiar”, disse o francês na rede social.

De acordo com o site Worldometer, mais de 22,6 milhões de pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus e 519,9 mil morreram em decorrência do vírus em toda a Europa desde o início da pandemia.

Apesar do início da vacinação, houve descontentamento por parte da população europeia pelo fato de que a vacina, desenvolvida em parte na Alemanha, começou a ser administrada quase três semanas antes nos Estados Unidos e uma semana antes no Reino Unido, que formalizou o acordo para deixar a União Europeia recentemente, quatro anos e meio após a decisão de sair do bloco econômico.

Outros países pelo mundo já iniciaram a imunização de suas populações. Na América Latina, México, Chile e Costa Rica começaram suas campanhas e a Argentina deve dar início antes do fim do ano. No Oriente Médio, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Israel, Bahrein, Qatar e Kuwait já começaram a imunizar seus habitantes. Rússia e China também estão vacinando suas populações com imunizantes desenvolvidos em seus respectivos territórios.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]