Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Quadro do vídeo que supostamente mostra que havia morcegos vivos sendo criados no Instituto de Virologia de Wuhan
Quadro do vídeo que supostamente mostra que havia morcegos vivos sendo criados no Instituto de Virologia de Wuhan| Foto: Reprodução / Fantástico

Um vídeo divulgado recentemente que mostra morcegos vivos em um local que parece ser o Instituto de Virologia de Wuhan, na China, aumentou a discussão sobre as origens do coronavírus e pode reforçar a hipótese de que o vírus tenha surgido em laboratório. As imagens foram exibidas em reportagem do Fantástico no domingo (20).

O vídeo de 10 minutos foi descoberto por uma equipe de investigadores amadores que se dedicam a desvendar a origem da Covid-19 e teria sido produzido para a inauguração do laboratório de Wuhan em maio de 2017. Com o título "A construção e a equipe de pesquisa do laboratório P4 do Instituto de Virologia de Wuhan, Academia Chinesa de Ciências", a gravação mostra detalhes da construção do laboratório de segurança máxima para o estudo de vírus, que levou dez anos e foi feita em parceria com pesquisadores franceses. A instalação foi planejada após o surto do vírus Sars, que teve origem em morcegos.

Em um momento do vídeo, imagens mostram morcegos dentro de gaiolas no que parece ser o interior do laboratório e um pesquisador alimentando um morcego. Os chineses sempre negaram que houvesse criação de morcegos no laboratório de Wuhan.

O zoólogo inglês Peter Daszak, membro da equipe da OMS que investiga as origens da pandemia, tuitou em dezembro de 2020: "Nenhum morcego foi enviado ao laboratório de Wuhan para análise genética de vírus coletados em campo. Não é assim que essa ciência funciona. Nós coletamos amostras de morcegos, as enviamos para o laboratório. Nós soltamos os morcegos onde os pegamos!".

"Eles não têm morcegos vivos ou mortos [nesses laboratórios]. Não há evidência em lugar algum de que isso tenha ocorrido", continuou Daszak, tratando as alegações como uma teoria da conspiração.

Porém, as novas imagens reforçam a tese de que havia morcegos sendo criados no interior do laboratório, o que, por sua vez, pode dar força à hipótese de que o vírus surgiu em um acidente de laboratório, e não de um animal na natureza.

Um integrante do grupo de investigadores amadores, chamado Drastic, que encontrou o vídeo da inauguração do laboratório em um site chinês, disse ao Fantástico que, embora as imagens não comprovem 100% que havia morcegos no interior do laboratório, são um indício muito forte da existência dos animais no local.

38 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]