i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

Desconstruindo o ministro Luís Roberto Barroso

  • PorRodrigo Guimarães
  • 02/07/2020 20:34
Barroso
O ministro do STF Luís Roberto Barroso.| Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso divide o mundo em antes e depois do fetiche igualitarista da Revolução de 1789. Ele acredita que tudo que seja anterior a ela é antiquado, desprezível e desumano. Barroso é incapaz de perceber que sem Sócrates, Platão, Aristóteles, Tomás de Aquino, Dante e, sobretudo, sem Jesus Cristo, os homens ainda estariam vivendo no estado de guerra de todos contra todos. Haja vista que foi a partir dos ensinamentos de Jesus que a misericórdia tomou forma ontológica no Ocidente e, de maneira gradual, materializou-se na forma de hospitais, orfanatos, abrigo de idosos, etc. Sendo que a cristianização completa da Europa, durante a Idade Antiga, Baixa Idade Média, Alta Idade Média e Modernidade marca o inicio de uma nova fase, o fim da barbárie gratuita entre diversos povos, tribos e indivíduos. De maneira idêntica todo o Continente Americano foi beneficiado com esse encadeamento histórico.

Além disso, o ministro demonstra desconhecer que o relativo sucesso da República Americana deve muito mais (para não dizer apenas) aos princípios judaico-cristãos que aos ideais coletivistas disseminados por Jean-Jacques Rousseau e sua trupe. Russel Kirk, o maior pensador político americano do século XX, corrobora com esta afirmação no livro The Roots of American order [As raízes da ordem americana]. Além disso, a estabilidade política presente na Inglaterra é anterior ao genocídio chefiado pelos heróis do ministro.

Ademais, o francês Alexis de Tocqueville descreve nesses termos a aberração jacobina, preconizada pelos iluministas: “A reforma da França, acendeu uma paixão que as revoluções políticas as mais violentas jamais conseguiram produzir até então. Inspirou o proselitismo e gerou a propaganda. Foi assim que pegou esse ar de revolução religiosa que tanto apavorou os contemporâneos, ou melhor, tornou-se ela própria uma espécie de nova religião, uma religião imperfeita, é verdade, sem Deus, sem culto, sem Além, mas que, todavia, como o islamismo, inundou toda a terra com seus soldados, apóstolos e mártires.”

Porém, a crítica mais voraz, concreta e pormenorizada acerca dos revoltosos franceses foi escrita pelo filósofo inglês Edmund Burke. No livro Reflexões sobre a revolução francesa, Burke afirmava categoricamente que a Revolução Francesa era antinatural e completamente distinta das revoluções americana e inglesa. Porque as mudanças ocorridas na Inglaterra e nos Estados Unidos ocorreram de maneira gradual, harmônica e equilibrada, sem qualquer ruptura desnecessária e brusca com o passado. Portanto, ministro, Edmund Burke chega à conclusão que os iluministas tentaram fazer tábula rasa da história, bem como o senhor.

Assim sendo, torna-se necessário trazer à luz, tal como está escrito a douta análise de Burke: “É impossível estimar a perda que resulta da supressão dos antigos costumes e regras de vida. A partir desse momento não há bússola que nos guie, nem temos meios de saber a qual porto nos dirigimos. A Europa, considerada em seu conjunto, estava sem dúvida em uma situação florescente quando a Revolução Francesa foi consumada. Quanto daquela prosperidade não se deveu ao espírito de nossos costumes e opiniões antigas não é fácil dizer; mas, como tais causas não podem ter sido indiferentes a seus efeitos, deve-se presumir que, no todo, tiveram uma ação benfazeja”.

Apesar desses relatos fidedignos, narrados por Russell Kirk, Alexis de Tocqueville e Edmund Burke, Barroso continua sendo um ferrenho apologista do slogan: "Igualdade, Liberdade e Fraternidade", com o efeito o ministro vive um completo duplipensamento. Explico. Liberdade e igualdade são dois conceitos linguístico-sociais impossíveis de viverem harmoniosamente. Isto é, na total efetivação de um o outro some e vice-versa. Foi a partir dessa análise que o mestre Milton Friedman disse que toda sociedade que coloca a igualdade à frente da liberdade terminará sem nenhuma. Cuba, URSS e China são os maiores exemplos disso.

Uma vez que o ministro permanece obstinado em apregoar sua convicção desapiedada, ele sempre reverbera: "O Brasil precisa de um choque de iluminismo". Guardadas as devidas proporções, ele está correto. Contudo, ele e seus pares na Suprema Corte deveriam ser os primeiros brasileiros a anuir os principais juízos iluministas, principalmente, a concepção de Estado de Direito, visto que recentemente Barroso e seus companheiros deram prosseguimento a um inquérito inconstitucional, que fere de morte o artigo 5.º da Constituição Federal de 1988. Dessa maneira ele entra em contradições com os próprios princípios teóricos que julga defender e disseminar. Logo, percebe-se que a vil interpretação da historia pelo ministro é tão rasa quanto às horizontalidades das calçadas de Paris.

Levando em consideração todos os aspectos apresentados, podemos aprender no mínimo duas lições com a quimera "barrosiana". A primeira: não podemos nutrir uma aversão a tudo que nossos antepassados nos deixaram, caso contrário abandonaremos inúmeros aspectos sociais que suportaram aos testes do tempo e são indispensáveis para a manutenção de uma nação próspera e livre. A segunda: não podemos ignorar os avanços da contemporaneidade, pois imprimir desejo somente pelo obsoleto é retroceder e não avançar. Por fim, ministro, conclui-se que o processo civilizacional é fim último dos acontecimentos pré-iluministas e não da Revolução Francesa.

Rodrigo Guimarães é estudante de filosofia, ciência política e literatura.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 16 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • G

    Giovanna Chiodi

    ± 1 dias

    Texto de altíssimo nível. Em resumo este STF é o pior STF que já tivemos. A qualidade ruim é explicada pelo nível de quem os indicou. O que poderia sair de uma indicação de um Lula , de uma Dilma e de um socialista fabiano FHC?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Maia

    ± 1 dias

    Artigo robusto e muito bom

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    Dissenha

    ± 1 dias

    Excelente. Infelizmente ele não é o único. Existe uma Miríade deste Barroso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Salvador

    ± 1 dias

    A Revolução Francesa tornou-se uma fraude histórica, incensada e promovida pelos franceses, que ainda detinham, à época, hegemonia cultural no mundo ocidental. Após a revolução- para derrubar a monarquia, mas voltou a ter, por duas vezes, imperadores. E, só de de República, já estão na Quinta!). Inglaterra fez a verdadeira revolução, a Revolução Gloriosa, em 1658, MUITO antes dos franceses. Nesta revolução não se derramou sangue, não se guilhotinou ninguém e inventaram a mais equilibrada e duradoura forma de governo, o parlamentarismo. Aliás, adotada pelos franceses.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Pedro tenvia

    ± 2 dias

    A revolução francesa real está muito distante daquilo que o seu professor de historia comunista lhe contou, foi sim, um crime perpetuado contra a população francesa e contra a família real, inclusive com a morte do filho do rei, a guilhotina trabalhava dia e noite para eliminar opositores do regime, também foram pródigos em matar populações inteiras que não comungavam com os ideais criminosos do grupo, esta situação perdurou até o dia em que Robespierre ele próprio conheceu o fio da navalha. Criou o clima para o surgimento de um Napoleão, que invadiu a Europa saqueando, mas que teve um freio no inverno russo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • P

      Pedro tenvia

      ± 2 dias

      Foi o prenuncio do que ocorreria no século XX, com o golpe em bolchevique em Moscou, onde a pratica do genocídio se repetiu. Portanto o Barroso, ou não sabe do que está falando ou então é mau caráter mesmo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Ana Luiza

    ± 2 dias

    Chefão da Uerj, esse.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JULIO CESAR DA SILVA

    ± 2 dias

    Parabéns! Muito bom!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    André

    ± 2 dias

    Pior de tudo que temos que bancar com nossos impostos um excremento desses! Ele e mais dez!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 2 dias

    Barroso, o constitucionalista, é mesmo? Cara, essa turma medíocre do STF rasgaram a nossa Carta maior faz tempo. Bando de incompetentes. A maioria é ideologizada, como o Barroso. Rodrigo, estou lendo "O Muticulturalismo" - Como Religião Política - de Mathieu Bock-Côté. O livro destrincha com maestria a herança do revolucionários de 68. Os anos 60/70 são marcados por ideias progressistas e pelo nascimento de uma civilização diferente. O passado e seu legado? Não existem mais. Russel Kirk, discípulo de Burk, sabia de sua tarefa: a defesa "das coisas permanentes", "das ideias verdadeiras", "da política prudencial",de nossa herança comum. Barroso? é mais um esquerdo/progressista.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    ± 2 dias

    Analise de alto nível .. se as discussões neste país levassem a história minimamente em consideração estaríamos muito mais à frente .. mas o nível cultural os políticos e da população em geral não chega nem perto, infelizmente

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Arthur Pinho Vivaqua Rocha

    ± 2 dias

    Texto fascinante. Lembro-me com grande tristeza do glamour com o qual a Revolução Francesa me foi ensinada na sétima série. Aos 13 anos, eu sequer sabia o que era "Esquerda" e "Direita", mas já era doutrinado sobre os grandes heróis que resgataram o mundo das trevas. Hoje, aos 29 anos, vejo o quanto fui "intelectualmente violentado". Triste realidade!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Victor Pereira

    ± 2 dias

    Os ministros do STF ainda crêem que suas togas os dão prerrogativas de imunidade em falar asneiras. Desconsiderar que são meras indicações políticas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Magischef

    ± 3 dias

    Excelente análise! Eu só acrescentaria ao final: "Aguardemos, agora, pela próxima boa-nova de nosso censor iluminista".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Eli Pereira Alves

    ± 3 dias

    Ótima análise!!! Parabéns!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    carlos alberto chaves pessoa junior

    ± 4 dias

    Excelente artigo ! Parabéns !!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]