Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O podcast de hoje fala sobre as conversas entre Congresso e STF para buscar uma “solução comum” para o caso Daniel Silveira. Os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), reforçaram a ideia de que a cassação do mandato de um parlamentar é prerrogativa exclusiva do Congresso Nacional. As falas se referem ao imbróglio que envolve o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado à prisão em regime fechado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas que depois recebeu um indulto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Representantes do Congresso têm se reunido com emissários do STF para tentar negociar um desfecho para o processo. O quadro provável é a manutenção do indulto do presidente, a continuidade da inelegibilidade de Silveira e o reforço da ideia de que uma eventual cassação só poderia ser determinada com o aval dos próprios deputados.

E ainda:

Inicia nessa sexta o julgamento do habeas corpus de Allan dos Santos. O jornalista, fundador do site Terça Livre, é alvo de pedido de prisão preventiva e de uma série de medidas cautelares que incluem o bloqueio de todas as contas bancárias, a suspensão de contas em todas as redes sociais e o bloqueio do site que o jornalista usava para fazer publicações.

O Brasil gerou 136 mil empregos com carteira assinada em março. Os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social mostram uma queda na comparação com março do ano passado. O acumulado desse primeiro trimestre também é menor do que no mesmo período de 2021.

O jornalista Luís Kawaguti, correspondente da Gazeta do Povo que está no sul do território ucraniano, teve o carro atingido pela artilharia russa. Junto com outros jornalistas, ele queria ir até a chamada “zona zero”, uma faixa de território entre as linhas de frente dos exércitos russo e ucraniano. Ninguém ficou ferido, mas o carro ficou danificado e o grupo precisou esperar algumas horas para seguir em segurança até um hotel.

Luiz Ernesto Lacombe diz que está tudo errado e que um recomeço é necessário, com harmonia e independência, sem pressão política e ideológica.

Com tanta imersão em tecnologia, notícias, fotos, vídeos na palma da mão, podem vir à tona sentimentos e emoções indesejados. Saiba que não conseguir largar o computador ou o celular é um sinal de alerta e hoje se discute até a dependência virtual, eletrônica e digital. O especialista ouvido pelo Sempre Família garante que é preciso buscar equilíbrio, estar atento às emoções, inclusive para saúde de forma geral, já que o adoecimento físico não é desconectado do adoecimento emocional e psíquico. Desativar as notificações e evitar as redes sociais logo antes de dormir são duas dicas de ouro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]