i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
E ainda: 3 Impeachments

O secretário de Trump na fronteira Brasil-Venezuela e a dúvida: Bolsonaro vai ou não depor pessoalmente?

  • 18/09/2020 07:00
O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo
O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo: visita estratégica à fronteira Brasil-Venezuela.| Foto: NICHOLAS KAMM / POOL / AFP

Para começar esse resumo de notícias. Nesta sexta-feira (18), o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, chega a Boa Vista. Próxima a fronteira com a Venezuela, a capital de Roraima é local estratégico para destacar a união dos discursos dos presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump contra o governo do ditador venezuelano, Nicolás Maduro. Mas há outros objetivos políticos na visita Mike Pompeo.

Política externa. O secretário de Estado traz na bagagem a narrativa eleitoral do presidente norte-americano em um cenário delicado: Trump está atrás do democrata Joe Biden nas pesquisas da eleição presidencial norte-americana, que ocorre dia 3 de novembro. Com a visita, Washington reforça apoio ao aliado Bolsonaro e busca mostrar empatia com o povo venezuelano e a população latina.

Do lado brasileiro. A presença de Mike Pompeo auxilia o capital político do governo federal às vésperas da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em um momento de críticas internacionais à preservação ambiental brasileira. Correspondente da Gazeta do Povo em Brasília, Rodolfo Costa explica o que o Brasil ganha com a visita do secretário de Trump em plena região da Amazônia.

Utilidade pública

Atualização e contágio em aviões. O Brasil certamente irá atingir 135 mil mortes por coronavírus nesta sexta-feira (18). Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, o país chegou a 134.935 óbitos pela doença nesta quinta (17), sendo 829 em 24 horas. O total de diagnósticos chegou a 4.455.386 - 36.303 em 24 horas. Os recuperados somam 3.753.082. Mas andar de avião pode elevar esses números? A editora de Saúde Amanda Milléo quais devem ser as novas regras para embarque e se você precisará fazer o teste a cada viagem.

O que comer. Nesta quinta-feira (17), o Ministério da Agricultura argumentou que a classificação do atual Guia Alimentar para a População Brasileira, que leva em conta o nível de processamento do alimento, é “confusa” e representa um “ataque à industrialização”. Agora, a pasta sugere “revisão urgente” do guia. Para esclarecer o assunto, entenda o que são os alimentos ultraprocessados e os riscos à saúde.

Política e economia: além da visita de Mike Pompeo

Inquérito Bolsonaro x Moro. O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu o depoimento presencial do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura interferência na Polícia Federal quando o ex-juiz federal Sergio Moro era ministro da Justiça. Marco Aurélio remeteu ao plenário da Corte a decisão sobre a necessidade de depoimento “ao vivo” ou por escrito. Na internet, Bolsonaro criticou o relator do caso, ministro Celso de Mello, que exigiu a presença do presidente. Correspondente da Gazeta do Povo no STF, Wilson Lima mostra como o Supremo tenta evitar o depoimento presencial sem constranger Celso de Mello.

Três impeachments. A comissão especial da Assembleia Legislativa do Rio aprovou o relatório do impeachment do governador afastado, Wilson Witzel (PSC). Agora a decisão final vai a plenário. Na capital fluminense, os vereadores votaram contra a abertura de processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos). Em Santa Catarina, a Assembleia aprovou o afastamento do governador Carlos Moisés (PSL) e a vice Daniela Reinehr (sem partido), por crimes de responsabilidade em aumento salarial de procuradores. O caso será analisado por uma comissão especial de desembargadores e deputados.

Punições a procuradores e a Bretas. Ao prorrogar a Lava Jato do Paraná, a Procuradoria-Geral da República (PGR), de Augusto Aras, determinou que os procuradores voltem a morar na cidade de origem da lotação, sob risco de punição. Como nem todos são lotados em Curitiba, a PGR pode dificultar as investigações; entenda na reportagem de Kelli Kadanus, correspondente em Brasília. Já o juiz Lava Jato no Rio de Janeiro Marcelo Bretas foi punido por participar de eventos ao lado do presidente Jair Bolsonaro e do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos).

Giro pelo mundo. Além da visita de Mike Pompeo ao Brasil, nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump impôs sanções a hackers supostamente ligados ao Irã. Em outra notícia vinda dos EUA, uma pesquisa mostrou que dois terços dos cidadãos norte-americanos entre 18 e 39 anos desconhecem o Holocausto. Na Ásia, a China violou o espaço aéreo de Taiwan antes horas antes da chegada do subsecretário de Estado dos EUA, Keith Krach, ao território. Na Colômbia, indígenas derrubaram a estátua de um conquistador espanhol.

O que mais você precisa saber hoje

Colunas e artigos

Leituras para o fim de semana. Em sua nova coluna, Fernando Schüler faz uma resenha de O Dilema das Redes, documentário recém-lançado pela Netflix. O jornalista Tiago Cordeiro apresenta uma história emocionante: Paula nasceu de um estupro e também foi estuprada, mas decidiu manter o filho. E como fim de semana tem jogos do Brasileirão, nosso professor Cartoleiro apresenta as Dicas do Cartola FC para a 11ª rodada e também dicas de jogadores bons e baratos para escalar.

Debates pandêmicos. Após surgirem informações sobre o uso de fetos abortados em algumas das candidatas à vacina contra o coronavírus, é preciso esclarecer. Existem, sim, “linhagens celulares” em algumas imunizações, como na vacina de Oxford. Mas não foram utilizados fetos no desenvolvimento da vacina da Covid-19. No blog Tubo de Ensaio, sobre ciência e religião, Marcio Antonio Campos apresenta tudo que você precisa saber sobre a produção de vacinas e o uso de células humanas para produzir imunizantes, e assim tomar uma decisão de acordo com a própria consciência.

Nossa visão

Editorial. A recente rusga entre o presidente Jair Bolsonaro e a equipe econômica comandada por Paulo Guedes em torno do financiamento do (agora enterrado) Renda Brasil corre o risco de prejudicar um debate importante. Onde é possível flexibilizar os gastos para promover programas de atenção social necessária? Tema para nosso novo editorial: O orçamento engessado e a flexibilização necessária.

A equipe econômica tem um objetivo amplo para o gasto público, resumido nos chamados “três Ds” – desindexar, desvincular e desobrigar. E aqui mora o perigo: a rejeição a uma eventual desindexação dos benefícios previdenciários não pode nos levar a rechaçar de antemão qualquer outra desindexação, desvinculação ou desobrigação.

Para inspirar

Amor incondicional. A Equipe Sempre Família levantou uma história de encher os olhos. Um colombiano de 73 anos ficou 20 dias na porta de um hospital aguardando a alta da esposa, diagnosticada com Covid-19. Conheça essa história para começar bem o fim de semana.

Aproveite seus dias de descanso para colocar suas leituras da Gazeta do Povo em dia. Boa sexta, bom sábado e bom domingo!

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    marcos roberto

    ± 3 horas

    Gazeta vermelha !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]