Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Já passou da hora dos nossos governantes pararem de lidar com os problemas causados por eventos climáticos como se fossem desastres naturais imprevisíveis. Eles precisam atuar de forma preventiva a fim de minimizar os efeitos das chuvas que caem todo início de ano. Entre algumas das tarefas preventivas que precisam ser tomadas estão tirar a população de áreas de risco, fazer campanhas para a coleta adequada de lixo para evitar o assoreamento de rios e preservar o meio ambiente. Além delas, é preciso ter equipes preparadas para lidar com as intempéries e com os imprevistos. Mas, infelizmente, os administradores públicos não parecem estar preocupados com isso. Matéria da Gazeta do Povo deste domingo revela que a Defesa Civil não existe em quatro entre 10 municípios paranaenses, o que deixa o estado exposto a desastres como o que aconteceu no mês passado no Rio de Janeiro devido às fortes chuvas que afetaram a região. O Ministério da Integração condiciona o repasse de recursos às áreas atingidas à criação de uma Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), mas, até o ano passado, 159 dos 399 municípios paranaenses ainda não haviam criado o órgão. Essa, porém, não é uma realidade só do Paraná: 2.997 das 5.565 cidades brasileiras ainda não criaram sua Comdec.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]