i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Editorial

O direito do Estado de combater as drogas

  • PorGazeta do Povo
  • 30/10/2019 22:27
O direito do Estado de combater as drogas
| Foto:

Pela segunda vez neste ano, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, adiou a continuação do julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas, que deveria ocorrer no próximo dia 6 de novembro. O caso já deveria ter sido analisado em 5 de junho, mas também naquela ocasião o presidente do STF decidiu pelo adiamento. Ainda não há nova data marcada para a retomada do julgamento – o mais provável é que fique para 2020 –, mas nem por isso a sociedade pode baixar a guarda em um tema tão sensível e que já afetou tantas famílias Brasil afora.

O julgamento, iniciado em 2015, tem origem em um episódio ocorrido em 2009. Um detento foi flagrado com três gramas de maconha na cela que dividia com outros presos, e por isso acrescentou-se, em sua ficha criminal, o delito de porte de drogas para uso pessoal, previsto no artigo 28 da Lei de Drogas (Lei 11.343/2006), e ele foi condenado a prestar serviços comunitários. O tema chegou ao Supremo porque o defensor público designado para o caso alegou violação da intimidade e da vida privada do detento, direitos protegidos constitucionalmente. O relator, ministro Gilmar Mendes, votou pela descriminalização do porte de quaisquer drogas; Edson Fachin e Roberto Barroso votaram apenas pela descriminalização do porte de maconha, mantendo o crime no caso de outros entorpecentes. Teori Zavascki, o ministro seguinte a votar, pediu vista, mas faleceu no início de 2017, e Alexandre de Moraes, nomeado em seu lugar, liberou o processo no fim de 2018.

A própria natureza da droga basta para ela seja ativamente combatida pelo poder público

O potencial destrutivo das drogas só pode ser ignorado por visão ideológica que despreza os conhecimentos acumulados por décadas de pesquisas médicas. Mesmo a maconha, tida como relativamente “inofensiva” perto de entorpecentes como a cocaína, a heroína ou o crack, também tem efeitos deletérios fartamente comprovados sobre o sistema nervoso, algo que a militância vem tentando contornar explorando uma nova fronteira no debate, a da “maconha medicinal”. O termo não é escolhido por acaso, pois insinua que poderia haver um emprego benéfico da droga, quando na verdade apenas o canabidiol, um dos componentes da maconha, pode ter uso terapêutico, e isso quando devidamente sintetizado, ingerido em cápsulas ou óleo – e mesmo assim seus resultados ainda são controversos, como mostrou reportagem recente da Gazeta do Povo.

Não é à toa que, ainda em 2015, quando o STF começou a julgar a descriminalização, as principais entidades médicas brasileiras – o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), a Associação Médica Brasileira (AMB) e a Federação Nacional dos Médicos (Fenam) – assinaram nota conjunta pedindo a manutenção da redação atual da Lei de Drogas. Naquela ocasião, os médicos apontaram o que qualquer pessoa de bom senso consegue perceber: a droga causa um dano enorme ao ser humano.

Mas não seria esta visão um tanto puritana? O álcool, argumentarão muitos, também tem efeitos destrutivos e causa inúmeras mortes, inclusive no trânsito; o fumo causa doenças que oneram o serviço de saúde pública. Nem por isso se advoga o retorno à Lei Seca norte-americana, ou o banimento total do cigarro. Mas a contradição, aqui, é apenas aparente, e se desfaz quando consideramos a natureza de todas essas substâncias. O álcool, em geral, só terá efeitos alucinógenos quando consumido sem moderação (não falamos, aqui, das pessoas predispostas à embriaguez, que não podem consumir nem uma gota sequer, e que são exceção à regra); o tabaco nem mesmo leva a um estado alterado. Mas isso muda em relação às drogas, pois não existe “limite seguro” para seu consumo e que não cause os efeitos daninhos fartamente comprovados. Um baseado, uma pedra, uma carreira já disparam as reações que destruirão o organismo. Não existe uso benéfico possível para essas drogas.

E isso justifica, portanto, que o Estado intervenha no sentido de tentar banir a presença dessas substâncias na sociedade, colocando o peso da lei e mobilizando as forças de segurança para tal. Isso inclui criminalizar todas as atitudes que se relacionam às drogas – não apenas sua produção, ou sua venda, mas até mesmo o porte. E, para isso, nem é preciso embasar a legitimidade da proibição na dimensão coletiva do uso de entorpecentes, ao estimular comportamentos irresponsáveis que atingem, sim, outras pessoas, e causar dependência que devasta não apenas quem a usa, mas também suas famílias. A própria natureza da droga basta para ela seja ativamente combatida pelo poder público.

A legitimidade do combate às drogas não exige necessariamente que o usuário deva ser preso

A descriminalização, no entanto, seria um golpe fatal nestes esforços, como apontou, ainda em 2015, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Os traficantes passarão a se refugiar nas quantidades máximas que o legislador ou a Justiça definirão para configurar o mero porte (e não tráfico), consagrando “a institucionalização do exército de formigas”, confirme afirmou Janot durante o julgamento. Qualquer intenção do Estado de coibir o uso das drogas, ou apenas da maconha, estará frustrado de antemão diante da impossibilidade de responsabilizar quem estiver portando quantidades pequenas, pois bastará a quem for flagrado alegar que elas servem ao uso próprio, por mais que a intenção real continue sendo o comércio ilícito.

A legitimidade do combate às drogas não exige necessariamente que o usuário deva ser preso. Ele também é vítima, e precisa, acima de tudo, de tratamento, não de cadeia. E a Lei de Drogas não precisa ser alterada para isso, pois ela já não prevê a prisão em caso de porte – as penas descritas na lei são “advertência sobre os efeitos das drogas”, “prestação de serviços à comunidade” e “medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo”. Mas uma coisa é, por motivos diversos, deixar de punir uma conduta com a prisão, e outra, muito diferente, é decidir que esta mesma conduta não é crime e que, portanto, não deve ser combatida. Se é possível ao Estado desejar uma sociedade completamente livre das drogas, ele precisa ter as condições – inclusive legais – de concretizar este ideal. Permitir a posse, no entanto, seria burlar esta lógica, amarrando as mãos do poder público e, na prática, viabilizando a circulação livre de algo que deveria estar erradicado.

28 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 28 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • C

    Carlos Eduardo

    ± 106 dias

    E quando eu estiver na estrada dirigindo com meus filhos, estou sujeito a correr muito mais riscos porque uma quantidade grande de pessoas pode fumar um baseado liberado para e sair dirigindo? Operando máquinas na indústria? E porque eu tenho que bancar os problemas de saúde e as sequelas de acidentes causados pelos drogados, multiplicados pela descriminação?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • C

      Carlos Eduardo

      ± 106 dias

      Descriminalização, e não descriminação.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      Concordo e inclusive acho que deveriamos ter praticas trabalhistas sobre o assunto que ja' existem nos EUA. Por exemplo por la' TODO ACIDENTE dentro de industria os acidentados sao submetidos a testes anti drogas. Para quaisquer contratacoes de funcionarios, os mesmos tem que se submeter a teste anti drogas.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Michel Carvalho

    ± 106 dias

    O argumento é ruim. Eu estou pouco me lixando para o fato de drogas fazerem mal. Se pessoas maiores querem fazer uso delas é problema delas. O que me causa raiva é o Estado gastar bilhões de reais para manter um mercado cativo a traficantes, já que nunca conseguiu impedir que os usuários tivessem acesso às drogas. Assim, quem quer consegue achar, e compra de criminosos que investem pesado em armamentos porque o Estado lhes garante o mercado sem concorrência legalizada, sob o argumento de que "droga faz mal". Dane-se que faz mal e dane-se a saúde de quem quer usar. Estado não é pai de ninguém para ficar regulando escolhas pessoais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • M

      Michel Carvalho

      ± 106 dias

      Cabe ao Estado agir em relação a essas exceções, e não à toda a população. Se alguém que comprar arma matar alguém à toa deve responder por isso, se alguém usar entorpecente e causar uma morte deve responder por isso, e não quererem proibir todas as pessoas de fazer suas escolhas. Para além dessas observações, o que mais desvaloriza qualquer bairro é a chance dos moradores serem mortos pela ação de traficantes fortemente armados com o dinheiro do monopólio que o Estado lhes garante.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Michel Carvalho

      ± 106 dias

      Em lugar algum em que houve liberalização da venda houve explosão de consumo, mas em geral há aumento discreto. Portanto, a ideia de que todo bairro vai virar uma cracolândia é uma fantasia. Aliás fantasia semelhante aos que os desarmamentistas usam, de que flexibilização na venda de armas provocaria tiroteio a cada esquina. A propósito os dos grupos agem do mesmo jeito. Querem proibir escolhas pessoais com a alegação de que haverá pessoas que farão mau uso de sua liberdade.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      Argumento economico.. vamos la': E quem vai pagar para tratar o resultado do aumento do consumo de drogas e de viciados? Sera que eles nao acabam no SUS?? Voce quer realmente que seu bairro se transforme na proxima cracolandia?? Sera que seu imovel valoriza quando elas proliferarem pela cidade?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Renato

    ± 106 dias

    Acho que o governos esta perdendo uma fonte de impostos gigantesca, façamos como ja faz os Estado Unidos, que usa o imposto da venda da Maconha para combater o Narco tráfico, ou os senhores realmente acreditam que o consumo deste tipo de droga vai diminuir ou acabar???

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      Assassinatos vao continuar ocorrendo, voce acha correto combate-los? Voce realmente acha que traficantes armados com AR-15 vao pagar imposto e que mesmo legalizado o imposto seria menor do que no cigarro comum o qual ja'tem 60% do consumo nacional vindo de contrabando? Nao vem receita gigantesca nenhuma, so' vem o fortalecimento do narcotrafico.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Jorge Dias

    ± 106 dias

    Alô Gazeta: Lendo os comentários posso concluir que a base de leitores da Gazeta possui um "bocado" de maconheiros; entretanto, apenas a militância amante de drogas vem comentar, falseando a impressão de que o povo em sua maioria é a favor da desgraça humana chamada droga. Isso acontece com os textos do Alexandre Garcia também, pois apesar de agradar a maioria dos leitores, apenas a ULTRAmilitância contrária ao bom sensos comenta; isso se chama desespero.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos eisenschlag

    ± 106 dias

    Vejo alguns comentarios que devem ser feitos por pessoas que ja abusaram por ano de drogas ilicitas. Declarar que legalizar as drogas vai acabar com o trafico e' ridiculo. Vejamos: 60% dos cigarros comuns consumidos no Brasil sao de contrabando. Voces realmente acham que as drogas se legalizadas teriam um imposto baixo?? E esses bandidos que andam com AR15 na mao iriam comecar a pagar DARF para a Receita?? Ridiculo e risivel, so' iria contribuir para o fortalecimento do crime organizado no Brasil e para a legalizacao da lavagem de dinheiro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    proli

    ± 106 dias

    Países desenvolvidos estão liberalizando o uso da maconha, enquanto tivermos essa mentalidade atrasada não evoluiremos. Legalizar passaria com responsabilizar o usuário em caso de doencas mentais as quais o sus nao atenderia se comprovado fosse pelo uso da canabis.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    4 Respostas
    • P

      proli

      ± 106 dias

      Não estou vendendo nada, estou opinando, e como estou em um pais livre e democrático ,ouso em apontar um possível caminho.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • R

      Rubens Marques Farias

      ± 106 dias

      Meu caro seja responsável ao vender uma ideia o que você fala não é verdade a própria Holanda que é o paraíso das drogas está revendo, o Canadá vive crise estive lá o ano passado e o que tem de drogados morando nas ruas é um absurdo o Uruguai já está tendo guerras de gangues disputando os usuários, então não venda o que você não conhece.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      "acabaria com o crime organizado" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • P

      proli

      ± 106 dias

      Sem contar que acabaria com o crime organizado.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Wilbur Archibald III

    ± 106 dias

    Ervinha do capeta!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LEONARDO RIBAS GOMES

    ± 106 dias

    Deus colocou a maconha na natureza. Agora o homem quer contrariar Deus e colocar semelhantes na cadeia apenas porque não concorda. Está errado Gazeta. A Gazeta do Povo seria aquele jornal contra a liberação do alcool anos atrás. A Gazeta devia estar mais preocupada com padres abusando crianças do que gente se divertindo em paz.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    4 Respostas
    • H

      Helio

      ± 106 dias

      LEONARDO RIBAS GOMES:Deus também colocou a aranha marrom em Curitiba então, por favor, não use suas havaianas nelas nunca!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      Deus tambem criou a Mamona, porque voce nao come algumas e ve o que te acontece???

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • W

      Wilbur Archibald III

      ± 106 dias

      Rubens Marques Farias: aplausos!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • R

      Rubens Marques Farias

      ± 106 dias

      Que mentalidade estúpida, desculpa de maconheiro, estão porque existem pessoas que roubam, matam , todos têm o direito de matar e roubar?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FRANCISCO ELDIO F ALEXANDRE

    ± 106 dias

    Perfeito o Editorial na abordagem ao combate às Drogas. Como membro do judiciário militar - STM, tenho constatado que, mesmo pequenas quantidades de Drogas podem ser potencialmente danosas à sociedade. A Justiça Militar tem cumprido com eficiência sua prestação jurisdicional nessa área, processando e julgando militares flagrados com a posse de entorpecentes proibidos em local sob Administração Militar. Mesmo ínfima quantidade, quando na posse de um sentinela, por exemplo, ou militar em outro serviço de guarda e vigilância, portando armas de guerra (fuzil), é conduta temerária é extremamente perigosa. Parabenizo o corpo editorial dessa conceituada “Gazeta do Povo” por essa matéria. Péricles

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    5 Respostas
    • C

      Carlos H.

      ± 106 dias

      Sem preconceitos, cada um que seja enganado da forma que preferir. Más que o Chico da Banquinha aí não é do STM não é.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      Jorge Dias

      ± 106 dias

      Carlos H.: Opa! Aqui achamos um preconceituoso expondo o seu ódio do bem.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Marcos eisenschlag

      ± 106 dias

      Carlos H.: e se ele for pentecostal qual o problema? Que PRECONCEITO e' esse o seu?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • C

      Carlos H.

      ± 106 dias

      *Voce deve ser...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • C

      Carlos H.

      ± 106 dias

      Esse combate é contraproducente. E deve ser membro, no máximo, do coro da igreja neo pentecostal.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.