i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do leitor

Ferrovias

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 19/09/2012 21:03

Mídias sociais

Renan Calheiros

"Isso revela que tudo vale na política e que não temos partidos comprometidos com a ética."

Marcos Santana, via Facebook, comentando o apoio da presidente Dilma a Renan Calheiros, que tenta voltar à presidência do Senado.

Redução dos juros

"O que me admira é os economistas do governo não terem previsto a possibilidade da ‘armadilha de liquidez’. Será que agora eles conseguem ver uma saída para isso?"

Wilson Roberto da Cunha, via Facebook, comentando os limites da redução dos juros como estímulo para o crescimento econômico.

Greve dos Correios

"Está mais fácil criar pombinhos mensageiros que contar com os Correios..."

Marcelo Fagunds, via Facebook, sobre a greve dos Correios.

* * * * *

Contribua você também com sua opinião por meio da página da Gazeta do Povo no Facebook www.facebook.com/gazetadopovo ou do perfil no Twitter twitter.com/gazetadopovo

Deveria haver pelo menos um ramal em cada um dos três estados do Sul, ligando o interior dos mesmos aos seus respectivos portos (Gazeta, 19/9). Seria um projeto ousado, com visão de futuro e digno de um país de primeiro mundo. Certamente traria retorno positivo imediato para o governo e para toda a população. Mas, ao que parece, nosso governo não pretende investir em algo duradouro, ele quer utilizar as ferrovias já existentes e apenas criar alguns "remendos" na malha ferroviária.

Adavilson Martinello

Recesso branco 1

Será que é ético, justo e moral que os deputados estaduais parem de trabalhar para atuarem nas campanhas eleitorais de seus aliados (Gazeta, 19/9)? E ainda sem redução de salário proporcional aos dias parados? E o líder do governo ainda justifica dizendo ser "natural" tal atitude!

Albenir José Carneiro Pawoski, Lapa – PR

Recesso branco 2

Será que não temos sequer um deputado sério que faça a vontade do povo? Penso que a OAB e outros órgãos deveriam investigar se isso não seria quebra de decoro parlamentar. Não sou contra o recesso, só acho que não deveriam ganhar para fazer campanha. Nas empresas privadas é possível pedir licença sem remuneração para cuidar de assuntos particulares.

Jeferson de Castro, bacharel em Ciência Política

Voz do Brasil

O pior não é impedir a flexibilização (Gazeta, 18/9), mas a obrigatoriedade da transmissão do programa Voz do Brasil. Estamos ou não num país democrático? Onde está a democracia se o programa tem de ser transmitido por todas as emissoras de rádio no mesmo horário? Aliás, por falar em democracia, como entender democracia num país onde é obrigatório votar?

José Ricardo Facin Ferreira

Terraplenagem política

Sobre o texto de Cristovão Tezza (Gazeta, 18/9), quero agradecer o autor pela exposição, e ao mesmo tempo registrar o meu desconforto diante da política atual. Eu gostaria de me filiar a um partido político, mas qual? Como saber seu ideal político, suas metas? Infelizmente, por não existir idealismo partidário, se torna difícil escolher até em quem votar.

Helvio Bertolozzi Soares

Greves

Greve é um direito inalienável e de recurso extremo em defesa do trabalhador. Entretanto, um país de greves é um país de egoístas e de miseráveis, com o presente e o futuro comprometidos entre as nações em desenvolvimento.

Odair Ribeiro

Mensalidade escolar

Fico emocionado em saber que o nosso salário é apontado como fator preponderante para o aumento das mensalidades das escolas particulares (Gazeta, 18/9). Pena que essa piada nunca se confirma na prática. E, com todo respeito à diretora peda(dema)gógica entrevistada, nossa estabilidade dura até o momento que um pai dar um "piti" por seu filho, que, mesmo não fazendo as atividades, sempre tem toda a razão.

Agenor Ramos do Prado Filho, Colombo – PR

Leitura na prática

Achei muito bacana as matérias sobre os hábitos de leitura. Só achei que faltou considerar um ponto: o preço, pois o livro no Brasil é muito caro. Eu gosto de incentivar as pessoas a ler, mas é difícil fazer isso com um livro de biblioteca que precisa ser devolvido depois de alguns dias. É muito melhor presentear a pessoa com o livro. Mas o custo é alto: 300 páginas são pelo menos R$ 30. Nos EUA comprei livros de 500 páginas por menos de US$ 10.

Anna Carolina Santos

Monteiro Lobato

Tenho ascendência italiana, espanhola e quilombola. Por desígnio da genética e de Deus, nasci com pele clara e olhos azuis. Sofri sempre com os apelidos de branquela e camarão. Tenho uma história. Monteiro Lobato também tem a dele. Podemos até esquecê-las, mas apagá-las, jamais. O Brasil não foi criado do nada, foi descoberto e colonizado por muitos povos. Uma lei não pode apagar o que somos: uma nação miscigenada e pacífica.

Rosangela Ursulino Dias, Cerro Azul – PR

Prêmio Bom Gourmet

É com satisfação que acompanhamos mais uma edição do Prêmio Bom Gourmet. Essa ação da Gazeta do Povo reforça o crescimento e a importância da gastronomia e do entretenimento em nosso estado e no país, principalmente na atração e geração de novos empregos. Falta agora o poder público ter a mesma iniciativa e também incentivar e reconhecer esse segmento que é vital para a economia. Parabéns a todos os envolvidos na iniciativa e também aos premiados.

Fábio Aguayo, presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar)

Obesidade infantil

A respeito do sobrepeso das crianças (Gazeta, 19/9), tenho dois meninos e desde pequenos sempre oferecemos saladas, frutas, legumes, sucos. Os dois raramente pedem salgadinhos e tomam refrigerante com pouca frequência. Não foi difícil incorporar uma alimentação saudável e eles adoram. Cabe aos pais e avós insistir, tornar os pratos atrativos e controlar as guloseimas, além de manter horários certos para a alimentação dos pequenos.

Evelyn Maria de Souza Prá Campos

Revolta islâmica

Sou contra qualquer tipo de violência. A revolta no mundo islâmico confirma o poder de alguns líderes religiosos e seus seguidores. A maioria dos manifestantes nem sequer ouviu falar do filme (Gazeta, 17/9) ou do que se trata, mas bastou o líder religioso convocá-los para que eles fossem às ruas protestar.

Mamed Mourad

* * * * *

As mensagens devem ser enviadas à Redação com identificação do autor, endereço e telefone. Em razão de espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados. O jornal se reserva, ainda, o direito de publicar ou não as colaborações.Rua Pedro Ivo, 459 - Centro - Curitiba, PR - CEP 80010-020 - Tel.: (41) 3321-5000 - Fax: (41) 3321-5472.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.