i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coluna do leitor

Lombada desligada

  • Porleitor@gazetadopovo.com.br
  • 19/10/2009 21:05

Ótima reportagem sobre as lombadas eletrônicas em Curitiba que estão desligadas (Gazeta, 18/10). A da Rua Raphael Papa (Cajuru/Jardim Social) está lá há quase três anos em "teste" e mesmo, apenas em teste, raramente marca a velocidade. Quem passa por ali já sabe disso. Não adianta esperar pela boa-fé dos motoristas, O respeito à velocidade não existe sem punição.

Priscila Hubner

Itamaraty

Excelente a entrevista com o embaixador Samuel Pinheiro Guimarães (Gazeta, 19/10), principalmente com a revelação de que a revista americana Foreign Policy, uma das mais prestigiadas sobre diplomacia no mundo, considera o ministro Celso Amorim o melhor do mundo no momento e que a nossa política exterior é a melhor do planeta no momento. Pena que a nossa grande mídia perca tanto tempo falando mal de Chávez, Rafael Correa e Ahmadinejad, ou seja, uma subserviência desnecessária ao imperialismo americano.

Antonio Francisco da Silva

Bicicletas

A falta de ciclovias, a falta de locais apropriados para guardar as "magrelas", a falta de respeito dos motoristas dos pedestres e dos próprios ciclistas, a falta de policiamento além da bandidagem solta na cidade inviabilizam esse tipo de transporte. Quer ser assaltado e perder a bicicleta? Então compre uma e comece a trafegar por aí! Cuidado para não perder algo mais!

Gumercindo B. Moroz

Caixa 2

Acertada a decisão de arquivar a denúncia contra o prefeito Beto Richa. É absurdo que certas pessoas se atenham a fatos como este, enquanto outros ficam expostos aos olhos de quem quiser ver e nada, absolutamente nada é feito. Uma campanha política recebe verbas vindas de diversas fontes (pessoas físicas e jurídicas), já o governo é feito exclusivamente com dinheiro público. O atual presidente está claramente utilizando recursos públicos em suas viagens, comparecendo em eventos fúteis, somente para promover sua candidata Dilma. Isso, perante a lei eleitoral é crime, porém ninguém questiona. Vale a lei do não vejo, não falo, não ouço. Isso sim é de se questionar, investigar e denunciar!

Isabelle Ferreira

Álcool em gel

Todos conhecemos e um dia já utilizamos o álcool líquido. Todos sabemos dos perigos que um álcool líquido pode representar ao ser utilizado junto com fogo, visto que já ocorreram diversos acidentes graves decorrentes desta perigosa junção. Para evitar situações como essa, foi criado o álcool em gel que, pelo visto, não obteve muito sucesso. Até o momento tive conhecimento de três acidentes provocados pela explosão de galões de álcool em gel, mas quantos mais devem ter acontecido? Os restaurantes e estabelecimentos que utilizaram esse produto não podem ser punidos, pois também são vítimas de uma empresa que oferta um produto que não possui nem registro obrigatório. É importante, sim, contratar uma equipe especializada para treinamento de funcionários para evitar acidentes de trabalho e oferecer a segurança necessária a todos que fazem parte da equipe.

Norma Sizilio

Aeroporto Afonso Pena

Como corretor de seguros, já perdi negócios e compromissos por motivo de não ter embarcado no Aeroporto Afonso Pena em decorrência do nevoeiro.

Paulo Gabardo

Transporte coletivo

O transporte coletivo de Curitiba é eficiente, porém o grande problema é o desconforto, a lotação e a insegurança, tornando o uso do ônibus pouco atrativo. Em horários de pico e domingos, é uma verdadeira aventura andar de ônibus. Podemos dizer que no Brasil o transporte coletivo de Curitiba é modelo, mas nos países do Primeiro Mundo apenas uma boa ideia.

Paulo Gonçalves

CPI do MST

Claro que sou a favor de qualquer coisa que fiscalize o MST. Mas o governo vai nomear a tropa de choque para abafar a CPI, se é que o Senado consegue instalá-la, já que é sabido que mais de 50% dos senadores não estão lá para exercer mandato e sim para fazerem o que o Executivo determina. Isso sem qualquer escrúpulo e nem sequer se lembram de que foram votados para legislar pelo povo. É notório que nada se faz naquele Senado pelo eleitor, mas sim pelo interesse particular de cada um ou de seu mandante.

Rui Ventura

Lula e a oposição

Sempre usando o futebol para dizer o que pensa, já que, de outra forma, ele não consegue se expressar, Lula comparou a oposição a um jogador que está no banco de reservas, mas que, em vez de torcer pelo titular da posição, torce contra, esperando que dê tudo errado com ele e, assim, poder entrar no seu lugar. O interessante nesse discurso de Lula é que ele, num ato falho, externou com extrema precisão o que ele andou fazendo nos muitos anos em que foi oposição. Sempre torcendo contra, sempre procurando atrapalhar, sempre usando todo e qualquer recurso que estivesse ao seu alcance para tirar o titular de campo.

Ronaldo Gomes Ferraz

Rio São Francisco

A transposição das águas do Rio São Francisco está jorrando de acordo com o esperado. Mas o que os brasileiros estão curiosos mesmo para saber é como vai a transposição de votos das cascatas do Lula para a lagoa Dilma. Os entendidos em transposições dizem que levar as águas fermentadas e espumantes das cascatas do Lula para as águas escuras e misteriosas da lagoa Dilma será uma espécie de obra do século. Mas nada é impossível quando o nosso presidente coloca na cabeça um belo chapéu de nordestino, toma muito sol, transpira muito e bebe muito líquido. Afinal de contas, ele nasceu ali naquela região. Outra coisa que os brasileiros querem saber também é quantas empreiteiras estão fazendo parte deste complicado projeto de transposição eleitoral?

Wilson Gordon Parker

Meio ambiente

A ameaça do aquecimento global sobre a vida na Terra continua sendo ignorada pelas elites mundiais, tanto nos países ricos quanto nos pobres. Só pensam nos lucros. Agora chegou a vez dos pobres: querem recompensa para não desmatar ou poluir. Será que essa elite imagina que a natureza vai esperar eles recuperarem seu prejuízo? Decididamente a ficha não caiu.

Antonio Negrão de Sá

Táxis

A venda de concessões de placas de táxis não deve ser autorizada em Curitiba. A exploração de táxi já virou "comércio" em Curitiba. Mais vale uma placa do que um apartamento, porque a "renda" para o detentor da licença é de R$ 2.500 mensais, se arrendando ou alugando a placa. Um apartamento no valor da placa, aluga-se em média por apenas R$ 800.

Deve haver fiscalização da Urbs para conferir quem dirige o táxi. Porque empresários e políticos são donos de táxi em Curitiba. Isso já virou bagunça na nossa cidade.

Bruno Brandt

José Carlos Fernandes

Demais o texto sobre o Maravalhas (Gazeta, 16/19). Que personagem. O articulista se supera a cada semana.

Jaime Lechinski

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro acorda para a falta de segurança. Mais de dez pessoas foram mortas num dia. Até mesmo um helicóptero foi destruído pelas falanges de bandidos. É notório que, se existem traficantes, é porque existem usuários de drogas. Vemos um Rio mergulhado em situações de perigo. Drogas compram armas e corrupção. Drogas dão poder e elegem até deputados e outras autoridades. A saída para a cidade maravilhosa e para todo o mundo é a educação! O câncer está no uso da droga e o tráfico é consequência do poder que o consumo de drogas produz. A restauração da moral e a reforma íntima pessoal podem diminuir a influência da droga na sociedade. A educação para uma vida sem drogas, com prevenção e restauração da sociedade será saída melhor para que a segurança volte a ser o cenário da linda Rio de Janeiro.

Paulo Roberto Girão Lessa

* * * * *

Praça Carlos Gomes, 4 • CEP 80010-140 – Curitiba, PR - Fax (041) 3321-5129

Em razão de espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados.

O jornal se reserva o direito de publicar ou não as colaborações.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.