i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Pandemia

Com retomada de atividades, abandono de aulas online preocupa Educação no Paraná

  • PorLeonardo Coleto
  • Tribuna do Paraná
  • 11/09/2020 15:04
Abandono de aulas online preocupa secretaria da Educação no Paraná
O secretário da Educação do Paraná, Renato Feder.| Foto: Divulgação/ Seed

O abandono de aulas online e a ausência de autodisciplina por parte dos alunos da rede estadual de ensino preocupam a Secretaria Estadual da Educação (Seed). No fechamento do segundo trimestre do ano, nesta sexta-feira (11), o secretário da Educação Renato Feder avaliou que atualmente a pasta precisa lidar com estes dois novos fatores para evitar a evasão escolar e a reprovação de alunos. Em entrevista ao Bom Dia Paraná, da RPC TV, Feder falou ainda sobre como irá definir o retorno às aulas presenciais na rede estadual paranaense, suspensas desde o início da pandemia de coronavírus.

As informações mais quentes do Paraná no WhatsApp

"Notamos que com o tempo tivemos dois fatores novos. Após seis meses de aulas online percebemos que muitos pais já retomaram suas rotinas fora de casa com a volta de algumas atividades. Com isso, a disciplina e o acompanhamento dos alunos fica mais complicada. Estamos muito preocupados com dezenas e milhares de alunos que estão se cansando e autodisciplina torna-se muito difícil", alertou o secretário. Para ele, pais e responsáveis devem redobrar atenção nesta etapa, pois eles têm um papel muito importante.

Uma forma de acompanhar o rendimento dos alunos e perceber se está havendo abandono de aulas online são os relatórios enviados por e-mail e disponíveis também no aplicativo de aulas online. “Os dados mostram aos pais, escolas e até mesmo ao Conselho Tutelar se os alunos estão ou não fazendo as atividades. Os pais têm que fazer sua parte que é garantir que os alunos estudem”, afirmou. Segundo Feder, se os jovens não seguirem as aulas, bem como as atividades, infelizmente irão reprovar.

Lembrando que os pais podem ser responsabilizados caso ocorra uma situação de negligência ou não acompanhamento das atividades escolares em casa. “Existe uma legislação no Estatuto da Criança e do Adolescente que diz que os pais são responsáveis, junto com a gente, pela educação dos jovens”, ressaltou.

Volta às aulas no Paraná somente com aval da Saúde

A dúvida é grande quando o assunto é uma data para retorno das aulas no Paraná. A data chegou a ser definida, em julho, para o mês de setembro. Porém, segundo o secretário, o retorno ocorrerá apenas quando os especialistas em saúde, como médicos e infectologistas, derem o aval necessário.

“Nós entendemos de educação e temos que escutar profissionais da saúde para nos dizer a hora certa de voltar. É um trabalho de prevenção do contágio e prevenção do vírus. Quando a saúde entender e determinar que podemos voltar, haverá um protocolo”, disse. Esse protocolo prevê revezamento dos alunos, horários alternativos de entrada, uso de máscaras, álcool em gel, termômetros, aventais, entre outras medidas. Segundo Feder, estão previstas compras de 15 mil termômetros, 5 milhões de máscaras, 20 mil aventais, além de milhões de litros de álcool gel. No fim de julho, o Comitê de Volta às Aulas apresentou o plano de retomada das aulas presenciais.

Pais estão divididos sobre volta às aulas no Paraná

Uma pesquisa realizada pela Seed com pais e responsáveis apontou que os paranaenses estão divididos sobre o retorno ou não das aulas presenciais. Para o secretário, muitos pais não querem o retorno ainda e têm receio de que seus filhos se contaminem nas escolas e, por isso, não enviariam seus filhos para as escolas. “Mas temos também um número grande de pais que querem o retorno por verem shoppings abertos e muitas atividades sendo retomadas. A pesquisa deu bem dividida”, explicou. O resultado desta pesquisa lembra a declaração de Márcia Huçulak, secretária da Saúde de Curitiba, de que a pandemia é como um “Atletiba”, com torcidas diferentes para os dois lados.

Conteúdo editado por:Ricardo Sabbag Zipperer
3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • S

    Sr. Walker

    ± 0 minutos

    Como se as aulas on-line funcionassem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Adriano

    ± 15 horas

    Demagogia. Muita gente já está em atividades normais e os filhos "isolados" em casa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JCARVALHO

    ± 17 horas

    Se voltar, haverá um bum de alunos, professores, e pais doentes. Infelizmente algumas áreas fizeram pressão para voltar e assim estão, mais quando o calo apertar, ai vão jogar a culpa nos governantes. Então como pai prefiro que permaneça online e retorne somente ano que vem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]