• 13/02/2020 17:52
Intimado

CPI quer informações de ONG que contestou gastos de deputados

  • 13/02/2020 17:52
    Sessão plenária na Assembleia Legislativa
    Sessão plenária na Assembleia Legislativa| Foto: Dálie Felberg/Alep

    O presidente da ONG paranaense Vigilantes da Gestão Pública, Sir Carvalho, foi intimado nesta quarta-feira (12) pela CPI das ONGs para apresentar documentos sobre a entidade que comanda - desde alvará de funcionamento e certidões negativas de débitos até prestação de contas detalhada. A CPI das ONGs foi instalada em agosto do ano passado na Assembleia Legislativa com o pretexto de investigar mau uso de verbas públicas e funcionamento irregular de ONGs. Para Sir Carvalho, contudo, trata-se de “retaliação e perseguição”. No ano passado, a Vigilantes da Gestão Pública moveu ações judiciais contestando gastos de alguns deputados estaduais. “Qual critério foi usado para escolha das ONGs [que são alvos da CPI]? Não tem um fato determinado para sermos investigados. Nós nem recebemos dinheiro público”, protestou ele, em entrevista à Gazeta do Povo. A intimação é assinada pelo presidente da comissão de inquérito, deputado estadual Ricardo Arruda (PSL). Ele dá um prazo de cinco dias úteis para receber as respostas da entidade.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.