• 26/09/2020 16:16
Estiagem

Chuvas significativas só devem voltar a Curitiba em janeiro

  • 26/09/2020 16:16
  • PorGazeta do Povo
    Cenário na Represa do Passaúna, uma das responsáveis pelo abastecimento da RMC
    Cenário na Represa do Passaúna, uma das responsáveis pelo abastecimento da RMC| Foto: José Fernando Ogura/AEN

    A seca deve permanecer em Curitiba e região durante toda a primavera e seguir até o início do verão. De acordo com modelos climáticos do International Research Institute for Climate and Society, da Universidade de Columbia, as chuvas na estação estarão abaixo da média histórica para o período, o que deve agravar a crise hídrica pela qual a RMC está passando. Em entrevista à Agência Estadual de Notícias, o coordenador da Operação Meteorológica do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), Marco Antônio Jusevicius, disse que, nos últimos meses, grandes bloqueios atmosféricos impediram a passagem de frentes frias que são responsáveis pelas chuvas e que essa situação deve permanecer até o início do verão. Somente a partir de janeiro as previsões são de mudanças mais significativas para a capital e região metropolitana, quando são esperadas chuvas acima da média.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.