Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Estrago causado pela chuva na Avenida Kakogawa, em Maringá
Estrago causado pela chuva na Avenida Kakogawa, em Maringá| Foto: Copel

De acordo com o balanço mais recente divulgado pela Copel, 253 mil unidades consumidoras seguem sem energia elétrica no estado neste domingo (24), após as fortes chuvas e vendavais que atingiram o interior do Paraná nos últimos dias. Ainda são 7 mil ocorrências em atendimento, segundo a Companhia.

A maior parte dos imóveis sem luz está na região Noroeste, com mais de 123 mil unidades afetadas. Pelo menos 127 postes quebraram na região, por conta da queda de árvores e dos ventos fortes.

Em seguida aparecem as regiões Oeste e Sudoeste, que somam cerca de 66 mil unidades consumidoras desligadas e quase 3 mil ocorrências para atendimento.

Queda de torres no Norte do Paraná

O Norte, também afetado, vem na sequência, com 58 mil unidades consumidoras sem energia e mais de 1,8 mil ocorrências para atendimento. Na região, foram ao menos 156 postes quebrados.

Segundo a Copel, informações preliminares dão conta de que quatro torres caíram próximo à subestação na saída de Londrina para Sertanópolis, no circuito da linha de transmissão Londrina – Assis, operado pela Eletrosul.

Embora tenha havido interrupção nos circuitos, a queda das torres não afeta diretamente o abastecimento aos consumidores.

Ainda no sábado, a Companhia Paranaense de Energia Elétrica chegou a registrar até 435 mil unidades consumidoras sem energia.

Chuvas deixaram municípios totalmente sem energia no Paraná

Segundo a Copel, dezenas de municípios chegaram a ter o fornecimento de energia quase que totalmente interrompido.

São eles: Alvorada do Sul, Amaporã, Cafeara, Diamante do Oeste, Floraí, Guairacá, Iguatu, Inajá, Indianópolis, Itaguajé, Jandaia do Sul, Japurá, Jardim Olinda, Jussara, Lupionópolis, Mirador, Missal, Nova Aliança do Ivaí, Nova Olímpia, Ourizona, Paranapoema, Planaltina do Paraná, Porto Barreiro, Presidente Castelo Branco, Ramilândia, Santa Inês, Santa Mônica, Santo Antônio do Caiuá, Santo Inácio, São Carlos do Ivaí, São João do Caiuá, São Manoel do Paraná, Tapira, Terra Rica e Vera Cruz do Oeste.

Defesa Civil

De acordo com dados da Defesa Civil do Paraná, 384 pessoas foram atingidas de alguma maneira no Estado, sendo que 32 foram desalojadas e 16 permanecem em abrigos públicos na manhã deste domingo (24).

Foz do Iguaçu registrou o maior número de ocorrências, com 600 residências danificadas na passagem do vendaval. Já em Moreira Sales, no Noroeste, 70 casas ficaram danificadas com a chuva de granizo que caiu por lá.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]