i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Visita técnica

Ministro garante que Paraná não ficará sem medicamentos. “Se faltar, vai chegar”

  • PorGazeta do Povo
  • 23/07/2020 13:43

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello afirmou, nesta quinta-feira (23), que o governo federal possui um estoque de emergência de medicamentos que poderá ser enviado ao Paraná, utilizando a logística do exército, em menos de 24 horas, caso o estado chegue à situação de escassez de drogas antes de a compra conjunta, via governo federal ser concretizada. Pazuello está com sua equipe em Curitiba, participando de uma série de reuniões técnicas com o governo do estado para tratar do combate ao coronavírus no estado.

CONFIRA os destaques do noticiário no seu WhatsApp

“Estamos em um processo de licitação coordenada pelo ministério para todos os estados. Na próxima semana, serão entregue as propostas de preços. Aí, os estados poderão fazer a compra direta, das quantidades certas daquilo que precisam, sem o medo de desabastecimento”, disse o ministro.

Questionado sobre a declaração do secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, que disse ter medicamentos no estado somente para mais quatro dias, ele citou, então, a possibilidade de entrega emergencial. “Fizemos uma compra do Uruguai e entregamos com auxílio do exército, para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, que estão em situação ainda pior. Temos um estoque emergencial e, se chegar ao ponto de faltar no Paraná, o Exército poderá ser acionado para uma manobra que garantiria o abastecimento em menos de um dia. Se faltar, vai chegar. O que temos que fazer é uso racional e ajuda mútua entre os municípios para adiarmos esse momento da falta”, disse.

Pazuello também garantiu a reabilitação de cerca de 300 leitos de UTI hoje custeados pelo Ministério da Saúde, mas com os contratos vencendo no final do mês e prometeu fazer novas habilitações, como solicitado pelo estado. “Habilitação de leitos é um procedimento de rotina, vamos renovar os leitos já habilitados e vamos, no processo normal, habilitar todos aqueles que o Paraná está pedindo. Não é favor, é obrigação do Ministério, temos recurso para isso, isso vai numa progressão e segue numa linha técnica”, afirmou.

O ministro elogiou a estratégia do estado de antecipar inauguração de hospitais em construção ou reutilizar estruturas hospitalares ociosas ao invés de investir em hospitais de campanha. “É espetacular. Tendo estruturas fixas próprias, ociosas ou para concluir, é a melhor solução. Hospital de Campanha virou um nome, montar hospital de campanha é uma faina que só mesmo as forças armadas para conseguir montar. O Paraná tem uma estrutura hospitalar consolidada e foi muito bem utilizada”, declarou.

Dizendo dar total apoio a qualquer decisão que seja tomada pelos gestores municipais, o ministro transferiu para os prefeitos a responsabilidade sobre medidas de incentivo ao isolamento social como a imposição de quarentenas ou o fechamento de algumas atividades comerciais. “Não cabe ao ministro executar essa ou aquela medida de isolamento ou se pronunciar sobre a ação do gestor. O gestor de ponta da linha do município ou do estado que tem, por lei, essa autonomia. Qualquer pronunciamento meu seria apenas político. Temos que olhar para o gestor que está com a pressão de tomar decisões duras e dizer que vamos apoiar ele em qualquer decisão que tomar, porque a decisão que está tomando é, na cabeça dele, a melhor decisão, olhando para a situação de seu município. O Ministério está muito longe desse olhar sobre a situação de cada município”, afirmou.

Com a visita ao Paraná, Pazuello conclui seu roteiro pelos três estados do Sul do Brasil, região que vem apresentando a maior curva de crescimento de casos de Covid-19 no momento. “Estamos no inverno, a curva tende a crescer no Sul, como cresce em toda a doença respiratória. A curva de contaminação é inevitável, temos que dar resposta à curva de óbito. Temos que ter a melhor preparação para evitar que aconteça o óbito. O óbito não é consequência da contaminação, é consequência do que fazemos. Estamos aqui para compartilhar o histórico de aprendizagem que tivemos com o que já aconteceu nos outros estados. Se tivermos o tratamento precoce, o diagnóstico clínico e a prescrição de medicamentos que o médico julgue que tem que prescrever, o paciente tende a ficar bom, o resultado não é o óbito. O atendimento precoce é o que o ministério defende. Não é mais para ficar em casa esperando piorar. Procure o médico imediatamente após o primeiro sintoma”, concluiu.

Confira a íntegra da entrevista

11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • C

    Cético

    ± 2 dias

    Se faltar,vai chegar, é a mesma coisa de você pedir algo encomendado no comércio e o vendedor, sem estoque por falha na cadeia produtiva, responder que "vim, veio, mas veio pouco e já foi".

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mimi

    ± 21 dias

    É isso mesmo, TRATAMENTO PRECOCE, gente, não adianta mandar para casa e tomar paracetamol ou aspirina, a pessoa vai piorando e quando vai para o hospital já entra na UTI e precisa ser entubado. Pra que deixar acontecer isso, se temos a hidroxicloroquina, azitromicina e a invermectina que está dando resultado, tomando precocemente? Vamos evitar mais óbitos, por favor.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • P

    Paula A S

    ± 22 dias

    Será que nossos governantes escutaram?? TRATAMENTO PRECOCE!!!!! Infelizmente tenho um funcionário que teve o COVID e caiu na UPA da Boa Vista, sabe o que deram p ele tomar? Paracetamol, isso que ele estava com mancha no pulmão, nem para medicarem antibiótico foram capazes!!! Ele melhorou graças a ivermectina que foi dado a ele, não pelo posto Saude obviamente!!!! Ninguém da família dele foi contaminada graças a ivermectina!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 22 dias

    Ah , e Gazeta , MEUS PARABÉNS PELA REPORTAGEM FIEL ! Ás vezes a Gazeta me surpreende no bom sentido ....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 22 dias

    Atençao , encolhido prefeitinho de Curitba! ! Prestou bem atenção no que o ministro interino disse??? VOU REPETIR ; "Se tivermos o TRATAMENTO PRECOCE , o diagnóstico clínico e a prescrição de medicamentos que o médico julgue que tem que prescrever, o paciente tende a ficar bom, o resultado não é o óbito . O ATENDIMENTO PRECOCE é o que o ministério defende. Não é mais para ficar em casa esperando piorar. Procure o médico imediatamente após o primeiro sintoma”," FALOU E DISSE ...pena que a secretária da saúde do município é surda....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • S

      Sr. Walker

      ± 22 dias

      Nessas horas o prefeito e a dona Tranca Rua se fingem de mortos. Aplicam a filosofia do avestruz.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    WILSON

    ± 22 dias

    Ótima entrevista do Ministro da Saúde ,agora há pouco em Curitiba ,junto com o Ratinho e o Greca ... Deu um elegante puxão de orelhas tanto no secretário estadual como no Greca ,ao aproveitar uma pergunta e enfatizar que o importante é reduzir o número de mortes e para isto toda a prioridade DEVE SER NO TRATAMENTO PRECOCE , PROCEDIMENTO QUE NÃO ESTÁ SENDO ADOTADO PELA PREFEITURA O puxão de orelhas no secretário foi o de que não se deve falar que vai faltar medicamento ( coisa que o ****** do Beto Preto falou ontem pelos jornais ) porque dai simplesmente o medicamento some da praça

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    C R Berger

    ± 22 dias

    A visita do Ministro, na realidade foi para um puxão de orelhas aos governadores que não estão cuidando como devem da população. Mortes além da conta. Evitáveis. Parques gigantes a céu aberto, interditados. Academias sem janelas, galera suando, em funcionamento. Hospitais cheios. Mortes. Enterros. Luto. E agora essa que estão sem medicamentos. Governadores imploraram ao STF para gerenciarem a pandemia.....agora virem-se.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Everton Amaral de Mello

    ± 22 dias

    O tal BETO PRETO que vá trabalhar e cuidar das necessidades da população e pare de ficar tocando o terror em conjunto com a secretária de saúde!! Petebas enrustidoss!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Armando

    ± 22 dias

    Será que vão liberar verbas para o ratinho....ele tá louco por dinheiro...se vai usar na pandemia...já não sei.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CSG

    ± 22 dias

    Ministro da Saúde !!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.