Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Denúncias pelo 156 levaram à interdição de estabelecimentos
Desde o início da pandemia, foram feitas mais de 35 mil vistorias em estabelecimentos comerciais de Curitiba| Foto: Isabella Mayer / SMCS

Em apenas cinco dias, de 30 de dezembro a 3 de janeiro, denúncias pelo telefone 156 resultaram em ações de fiscalização contra 50 estabelecimentos em Curitiba, dos quais nove acabaram interditados por descumprirem medidas restritivas vigentes durante a pandemia de Covid-19 (decreto 1.710, de 17 de dezembro).

Receba as principais notícias do Paraná via WhatsApp

As ações de Fiscalização Integradas (Aifus-Covid) interditaram no período um bar e mercearia no Butiatuvinha; um restaurante, bar e lanchonete no Água Verde; uma casa de massagens no Parolin; um restaurante e pizzaria no Tingui; dois bares no Batel, além de bares no Centro, Cajuru e Barreirinha. Quatro estabelecimentos foram notificados para adequação à Resolução 1/2020: um bar e comércio varejista de bebidas no São Braz, uma pizzaria no mesmo bairro, uma lanchonete e restaurante no Bigorrilho, além de uma loja de departamentos no Parolin.

Segundo a prefeitura, as ações de fiscalização e inspeção focaram especificamente no cumprimento dos protocolos de prevenção ao novo coronavírus, como distanciamento social e uso de máscara e outras regras sanitárias. Novas ações serão realizadas ao longo desta semana.

A situação atual no enfrentamento do coronavírus é de risco médio de alerta, representado pela Bandeira Laranja, que proíbe o funcionamento de bares e casas noturnas, a realização de festas e eventos com aglomeração de mais de dez participantes, a circulação de pessoas em atividades não essenciais e o consumo de bebida alcoólica em espaços públicos ou coletivos das 23h às 5h.

5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]