Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Fachada do Hospital de Clínicas
Ação garantiu a compra de 10 respiradores para o HC e segue arrecadando em prol de outros hospitais.| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo/ Arquivo

Em meio à explosão de novos casos de coronavírus em Curitiba e o iminente colapso do sistema de saúde, um grupo de empresários paranaenses tem se mobilizado para ajudar no reforço da estrutura hospitalar para atender os infectados pela doença.

Em menos de 24 horas, entre a última quarta (4) e quinta-feira (5), o grupo conseguiu levantar fundos para a compra de 10 novos respiradores para serem doados ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR).

Receba as principais notícias do Paraná no celular

Nesta semana, a instituição, que está com a estrutura sobrecarregada, iniciou o processo de transformação de 16 leitos gerais em vagas para Covid, de UTI. Seis dessas vagas já foram liberadas, fazendo com que o HC conte com 67 leitos UTI Covid, dos quais, na quinta-feira (5), 63 já estavam ocupados, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

No total, a instituição espera chegar aos 82 leitos de terapia intensiva nos próximos dias, para atendimento exclusivo à pandemia, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os 10 novos equipamentos, que ainda serão entregues, permitem a ativação de novos leitos pois funcionam como “reserva técnica”, para serem usados em caso de mal funcionamento de máquinas, e podem também ser usados para futuras ampliações das vagas.

"Foi algo muito rápido. Depois de tomar conhecimento da necessidade, doei dois respiradores e divulguei para colegas empresários e sócios. Fiquei impressionado e muito feliz com a rapidez e reação das pessoas", afirma Lucas Guimarães, presidente da Positivo Educacional. Os sócios do grupo foram responsáveis pela doação de mais da metade da renda necessária. No lote, há ainda respiradores doados pela Ibema, Construtora Laguna e W Investments.

"Nao dá pra querer que o governo faça tudo. Eu acredito que cada vez mais as empresas têm que ter um papel mais amplo, olhar para a sociedade ao redor. O resultado financeiro é importantíssimo, é o que faz a empresa crescer, mas não adianta a empresa ter sucesso numa sociedade que não tem sucesso”, afirma o presidente da Construtora Laguna, Gabriel Raad.

Campanha para comprar mais respiradores continua

A rápida articulação pela doações foi possível por conta de uma série de redes solidárias existentes em Curitiba, como a Associação dos Amigos do HC (AAHC) e a Rede de Solidariedade, que congrega mais de 120 pessoas, físicas e jurídicas, em prol de causas filantrópicas na cidade.

"Cumprimos essa etapa com os respiradores, mas continuamos com a campanha de doações, porque o HC necessita de outros itens relacionados à Covid. Tivemos doações muito robustas nesse caso, mas também temos pessoas que ligam para doar 6 ou 10 reais. Isso também é muito importante. Isso nos encoraja a seguir”, afirma o presidente da AAHC, Pedro de Paula.

A mobilização continua também em prol do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), que iniciou uma campanha para arrecadar mais de R$ 1,8 mi para a compra de 10 camas hospitalares, monitores e respiradores, para ampliar o atendimento à Covid-19.

Para o HC, é possível fazer doações em dinheiro, dedução do Imposto de Renda, materiais, entre outros. O Hospital Nossa Senhora das Graças recebe doação de materiais de dinheiro. Mais informações podem ser encontradas no site da AAHC ou do HNSG, ou pelos telefones 0880-601-1010 / 3091-1000 (para o Hospital de Clínicas) ou 3240-6400 (para o Nossa Senhora das Graças.

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]