Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Ratinho Junior
Governador Carlos Massa Ratinho Junior em coletiva sobre medidas contra a Covid| Foto: Reprodução
Apuração em andamento
Este conteúdo é sobre um fato que ainda está sendo apurado pela redação. Logo teremos mais informações.

Com a pandemia em nível crítico no estado, com a taxa de ocupação das UTIs beirando ao 100%, o governo do Paraná decidiu ampliar até a próxima quarta-feira (10) a vigência do decreto 6.983/21, que estabelece medidas mais restritivas às atividades no Paraná.

As principais notícias do Paraná pelo WhatsApp

As medidas foram anunciadas nesta sexta-feira, em entrevista coletiva do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) e do secretário de estado da Saúde, Beto Preto.

O decreto venceria às 5 horas da manhã da próxima segunda-feira (8), mas o governo decidiu estendê-lo por mais dois dias para reduzir a circulação de pessoas nas ruas. Após o dia 10, no entanto, o estado deve afrouxar as restrições, permitindo o funcionamento do comércio (incluindo bares e restaurantes) e a volta às aulas (no modelo híbrido), pelo menos até a quarta-feira seguinte, dia 17.

O governo estabelece, no entanto, o fechamento do comércio no sábado e domingo. Também determina o toque de recolher diário, ainda entre as 20 horas e as 5 horas da manhã seguinte.

Veja mais detalhes das novas medidas, válidas entre os dias 10 e 17 de março

  • Os serviços essenciais ainda estão permitidos, sem restrição de dias e horários.
  • Eventos, casas noturnas, cinemas e demais espaços que causem aglomeração seguem tendo funcionamento proibido.
  • As aulas estão permitidas, no modelo híbrido, com a ocupação máxima de 30% das salas de aula.
  • O comércio de rua e galerias pode funcionar das 10 h às 17 h de segunda a sexta-feira; os shoppings podem funcionar das 11 h às 20 h. Sábados e domingos devem fechar. Os estabelecimentos devem se limitar a 50% de ocupação.
  • Bares e restaurantes podem funcionar das 10 h às 20 h, de segunda a sexta-feira. O delivery pode funcionar 24 horas por dia e operar nos fins de semana. Os estabelecimentos também precisam se limitar a 50% de ocupação.
  • Academias de ginástica estão liberadas das 6 h às 20 h e o limite de ocupação é de 30%.
  • A comercialização e o consumo de bebida alcoólica em espaços públicos ou coletivos estão proibidos entre as 20 e 5 horas do dia seguinte.

Confira o texto do novo decreto na íntegra

69 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]