Dose da Coronavac, imunizante que será distribuído aos estados nesta segunda-feira (18)
Dose da Coronavac, imunizante que será distribuído aos estados nesta segunda-feira (18)| Foto: Governo do Estado de São Paulo

Para a fase emergencial da imunização contra a Covid-19, o Paraná tem garantidas 265,6 mil doses da vacina Coronavac, que devem chegar nesta segunda-feira (18) em 6.640 caixas, segundo o Ministério da Saúde. A quantidade é pouco mais da metade das 400 mil que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) previa receber.

Assim que as doses desembarcarem por volta de 18h30 no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na grande Curitiba, uma parte deve ir direto para o Hospital do Trabalhador, no bairro Portão, onde serão vacinados profissionais de saúde do hospital referência no tratamento da Covid-19 no estado, os primeiros paranaenses a serem imunizados. Desse total, 24,4 mil doses vão para Curitiba.

As principais notícias do Paraná no seu WhatsApp

Até sexta-feira (15), a expectativa era contar com 300 mil doses da Coronavac e outras 100 mil da vacina de Oxford/AstraZeneca. Mas o governo da Índia travou o envio de 2 milhões de doses da Oxford Astrazeneca sob a alegação de que toda a produção do imunizante será prioritariamente aplicada no próprio país. Com isso, o avião da companhia Azul que traria os imunizantes semana passada não decolou para Mumbai.

As 265,6 mil doses que o Paraná vai receber serão suficientes para imunizar um total de 126.481 pessoas, considerando duas doses e perda técnica, segundo o Ministério da Saúde. Do total, 22.720 doses estão reservadas para a população indígena e 242.880 para o restante dos grupos prioritários: profissionais de saúde que atuam diretamente na Covid-19 e idosos que vivem em asilos e seus cuidadores. Os imunizantes serão destinados a 12.224 pessoas com 60 anos ou mais, 482 pessoas com deficiência, 10.816 indígenas e 102.959 profissionais da saúde, de acordo com a pasta.

Ao todo, 6 milhões de doses da Coronavac importadas da China pelo Instituto Butantan começam a ser distribuídos para todos os estados na manhã desta segunda-feira (18) a partir do Centro de Distribuição Logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP). O Ministério da Saúde terá o apoio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas, por meio das companhias aéreas Azul, Gol, Latam e Voepass, para transporte gratuito da vacina.

Distribuição

Cada estado ficará responsável pela distribuição dos imunizantes aos municípios. No Paraná, a Sesa calcula que levará de dois a três dias na distribuição para todas as 399 cidades do estado. Nesta segunda-feira (18), a secretaria conclui a entrega, em todas as 22 regionais do estado, das seringas e agulhas, além de outros insumos que serão utilizados na vacinação. Ao todo, serão 1.850 salas de vacinas no Paraná.

O estado vai seguir o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, aplicando essas doses emergenciais em profissionais de saúde da linha de frente do coronavírus, idosos que vivem em asilo e seus cuidadores, além de índios com mais de 18 anos que vivem nas 30 aldeias do estado. O Paraná pretende imunizar 4 milhões de pessoas até o fim de maio.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]