i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Data-base

Após noite na Assembleia Legislativa, servidores acampam em frente ao Palácio Iguaçu

  • PorCelio Yano
  • 10/07/2019 11:57
  • Atualizado em 10/07/2019 às 12:52
Manifestantes montam acampamento na frente do Palácio Iguaçu.
Manifestantes montam acampamento na frente do Palácio Iguaçu.| Foto: Célio Yano/Gazeta do Povo

A última sessão do primeiro semestre da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na manhã desta quarta-feira (10), contou novamente com a presença de um grande grupo de servidores estaduais, que lotou as galerias da Casa para pressionar os deputados que discutem o reajuste do funcionalismo público. Como já havia sido indicado, no entanto, a votação do tema ficou para agosto, após o recesso.

RECEBA nossas notícias pelo WhatsApp

Um grupo de servidores, estimado pelo movimento em cerca de 400 pessoas, passou a noite na Alep para acompanhar sessão desta manhã. Com faixas e gritos de palavras de ordem como "data-base já" e "fora Feder", em referência ao secretário estadual de educação, Renato Feder, os manifestantes deixaram o local por volta das 11h20 com o fim da sessão. A pressão, então, passou a ser em outro local: o Palácio Iguaçu.

Uma reunião havia sido marcada entre deputados e representantes do Fórum das Entidades Sindicais (FES) para discutir as reivindicações das diversas categorias do funcionalismo público. O encontro seria inicialmente ainda nesta quarta-feira, mas acabou adiado para o dia seguinte pelo líder do governo na Alep, deputado Hussein Bakri (PSD) – que, no entanto, reafirmou que não há possibilidade de alteração na proposta de reajuste salarial.

Por causa desse adiamento, de acordo com Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato, os servidores decidiram acampar em frente ao Palácio Iguaçu, como forma de pressionar para que o encontro seja mesmo realizado. "Entendemos que diante desse desrespeito com o servidor, precisávamos vir para o centro do Poder Executivo", diz Leão. "O governador havia transferido para os deputados a responsabilidade por mediar a greve, mas é o governador que precisa fazer essa mediação."

O governo oferece, em sua última proposta, um reajuste de 2% a ser pago em janeiro de 2020, além de duas parcelas de 1,5% em 2021 e 2022. Os servidores pedem ao menos que a primeira parcela do reajuste seja aplicada em outubro deste ano.

"A primeira medida em relação à proposta de reajuste anterior foi a retirada do regime de urgência", diz Bakri. "E o governo mostrou disposição em fazer uma proposta de 2% em janeiro e o restante das demais parcelas nos anos subsequentes – uma proposta clara, concreta e que pode ser paga, levando-se em cona que temos uma situação complicada, que não temos uma certeza de que a economia vai andar do jeito que imaginávamos."

Deputado da oposição, Tadeu Veneri (PT), considera, no entanto que as discussões não estão encerradas. "Acredito que as negociações foram até certo ponto, mas elas sempre podem evoluir."

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • B

    Brazilian

    ± 12 horas

    TEM GENTE QUE REPETE O DISCURSO QUE O EX-PRESIDIÁRIO RICHA USOU PARA SE SAFAR DOS ESTRAGOS QUE PRODUZIU. BEM ACONSELHADO QUE FOI, USOU O TERMO "COMUNISTAS" PARA DESVIAR A ATENÇÃO. TEM ATÉ MATÉRIA NO UOL SOBRE ISSO.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Rafael

    ± 12 horas

    Sindicalistas esquerdopatas!!! Sempre a mesma ladainha, façam greve, é um direito de vocês não é? Mas também é direito do governo estadual descontar, DESCONTA RATINHO!!! Chega de ser refém desses PTistas *******. Hoje fazem greve por babaquice, não esta bom? Vai para o privado então! É fácil viver em mordomia, regalias as custas da população né, mas nesse nível, vai chegar uma hora que não terá dinheiro, ai quero ver. Raça que me dá nojo!! bando de sindicalistas hipócritas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • B

      Brazilian

      ± 12 horas

      RAFAEL ESTÁ REPETINDO O DISCURSO DO RICHA, O RÉU SETE VEZES? QUEM É O HIPÓCRITA MANÉ? O DIREITO À GREVE É CONSTITUCIONAL, SEU DEFENSOR DE MILICIANOS.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Flavio Teixeira

    ± 14 horas

    Deveriam utilizar essa disposição toda para, pelo menos uma vez, produzirem algo que presta. Ensinar, por exemplo. Garanto que muitos dos “professores” não tem a menor ideia do que é isso

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • F

      Flavio Teixeira

      ± 11 horas

      Brazilian: quem deveria se dar o respeito, é o primeiro a avacalhar com tudo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • B

      Brazilian

      ± 13 horas

      Vai dar aula sem reajuste, para quarenta alunos por sala. Desrespeito dos alunos, dos pais. Uma hora é o Lula que dá liberdade demais para os alunos. Outra é o Bozo que inventa marxismo do Olavo terra plana. Logo não tem mais professor e danem-se todos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Thinker

    ± 16 horas

    Governo Richa/Cida/Ratinho- Janeiro/2011 até Abril/2019 - Inflação acumulada - 62,01% (INPC); - Reajuste Servidores Executivo - 45,04%; Reajuste Serv. TJ, ALEP, MP, TCE - 60%; - Aumento na Tarifa de água - 150,12%; - Aumento no IPVA - 122,67% ; - Aumento no ICMS - 138,58%.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • F

      Flavio Teixeira

      ± 11 horas

      Brazilian: por que você grita, brazilian teacher? Hehehe

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • B

      Brazilian

      ± 13 horas

      MARIA CRISTINA D BITTENCOURT: Para que cumprir A LEI NESTE PAÍS? RATINHO SERÁ LEMBRADO COMO O SEGUNDO RICHA.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      MARIA CRISTINA D BITTENCOURT

      ± 16 horas

      Pois é, mas o problema do Estado é o reajuste de 4,9% para os servidores, divididos em 3 parcelas anuais, sendo que a 1ª, de 2%, está sendo pedida para outubro deste ano... É, realmente está muuuitooo difícil para o governador conceder (SQN!).

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.