Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Marcas locais
| Foto: Divulgação/ ByNomads

ByNomads

Criada no ano passado pelo marroquino Mehdi Achek e pela brasileira Milena Kroeff, a ByNomads inova com velas e home sprays que trazem o conceito de viagens olfativas. Os produtos carregam fragrâncias que simbolizam momentos vividos pelos dois sócios que, juntos, já visitaram mais de 100 países.

A primeira coleção, “The Origins”, traz perfumes que remetem às origens dos fundadores: Sayf in Marrakech, Zephyr of Dubai e o brasileiro Férias na Bahia. Os home sprays e velas são feitos em Curitiba e utilizam ingredientes naturais e veganos. As velas são produzidas uma a uma, com cera 100% vegetal e pavio de madeira certificada. Para as criações, Mehdi e Milena idealizam e produzem as fragrâncias em parceria com perfumistas e casas internacionais, utilizando óleos essenciais. Os valores ficam entre R$ 89 e R$ 129.

Boulle, móveis de fundamento

  • Rodrigo Gutierrez e Ugo Gutierrez Filho

A Boulle começou como hobby de família. O pai, Ugo Gutierrez Filho, decidiu fabricar os móveis da sua própria casa e foi acompanhado pelo filho mais velho, Ugo Neto. Depois, a ideia virou negócio e passou a contar com o filho mais novo, Rodolpho. A marca tem como conceito utilizar a madeira em suas mais variadas origens e de maneira sustentável.

Para isso, conta com uma equipe que busca a madeira em regiões da América Latina, podendo ser de árvores que caíram naturalmente, submersas em rios e represas ou mesmo peças antigas reaproveitá veis. Entre os produtos que se destacam, a lareira LUG, primeira peça de produção em série da Boulle, que representou o design brasileiro em eventos internacionais e nas Olímpiadas do Rio, em 2016. Os preços das peças variam entre R$ 30 e R$ 3.900.

Projeto Zero Um

  • Patrícia Hirozawa e Vanessa Gabardo

Patrícia Hirozawa e Vanessa Gabardo se conheceram na faculdade de moda. Há quatro anos, decidiram explorar suas vontades criativas e começaram a pensar em uma moda mais consciente e autoral, cujas roupas fossem projetadas a favor de quem veste. Assim, surgiu o Projeto Zero Um, que produz peças que buscam resgatar elementos do passado das designers. Os itens trazem uma alfaiataria esportiva, com referências do streetwear e da modelagem japonesa, que se potencializam em cores, texturas e imagens do dia a dia.

As peças são modeladas e confeccionadas em um ateliê local e os lançamentos acontecem aos poucos, ao longo do ano, com uma grade de tamanho que vai do PP ao XG. Os tecidos utilizados são quase todos de fornecedores nacionais. A variação de preços do Projeto Zero Um fica entre R$ 190 e 430.

Eulália, bordado manual

  • Fernanda e Andressa Farion

A Eulália é uma iniciativa de duas irmãs, Fernanda e Andressa Farion. Em 2016, quando começaram com a ideia, já faziam bordados por hobby e começaram a receber encomendas de amigos. Durante um tempo, levaram a marca juntamente com suas carreiras de publicitária e arquiteta, mas hoje a dedicação à Eulália é em tempo integral.

Com um processo criativo que testa materiais, paletas e tem múltiplas referências na arte e no cotidiano, a Eulália trabalha com dois tipos de peças: as autorais, nas quais as irmãs expressam temas que querem comunicar ao público, e as Memórias Bordadas, que reproduzem momentos importantes da vida dos clientes. Os preços variam entre R$ 73 e 350.

Aurora Garden (Australis & Borealis)

  • Patrícia Belz

A Aurora Garden é o local onde a proprietária Patrícia Belz une suas duas marcas: a Borealis, criada em 2017, e a Australis, em 2019. Ambas convivem no mesmo endereço. A primeira é uma loja especializada em decoração com plantas vivas e a segunda, com plantas desidratadas.

As referências que a proprietária traz para suas criações, que começaram em 2013, não necessariamente têm relação com a floricultura: arquitetura, lugares exóticos e músicas são elementos que a inspiram. Entre as peças autorais, estão arranjos de plantas desidratadas e vasos; na curadoria, velas, home sprays, cartões de papelaria, entre outros. Valores: entre R$ 15 a R$ 850.

Martti Cerâmica

  • Marcia Campetti

A Martti Cerâmica surgiu como uma mistura de tudo o que aconteceu na vida de sua fundadora, a arquiteta Marcia Campetti. Durante o período de 25 anos em que trabalhou na área de interiores, Marcia encontrou na cerâmica uma terapia para lidar com sua ansiedade, mas foi em uma viagem à Sardenha, ilha italiana no Mar Mediterrâneo, que surgiu a ideia de começar o projeto.

Ao descobrir as formas dos corais extraídos na região, a arquiteta se inspirou e decidiu criar joias de cerâmica. Anéis, pulseiras, braceletes, brincos e colares são algumas das peças que o ateliê produz. Por não utilizar formas padronizadas, cada peça é única e produzida manualmente. Destaca-se a coleção Paso Doble, inspirada na dança flamenca. As peças variam entre R$ 59 e R$ 199.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]