Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Feirinha do Largo
Antigo centro gastronômico se torna feira permanente para artesãos da Feirinha do Largo. Foto: Divulgação.| Foto: Divulgação

Provavelmente, você já esperou ansiosamente pelo domingo para dar um pulo na Feira do Largo da Ordem e aproveitar para comprar artesanatos locais ou delícias gastronômicas. Saiba que você não é o único. Mas a boa notícia é que agora as sextas-feiras e os sábados também serão dias de feira, mas em um novo endereço. A Feira da Vila começa a funcionar nessa sexta-feira (18), das 11h às 21h na Vila Urbana Arte, Cultura e Gastronomia.

O espaço, que antes funcionava exclusivamente como vila gastronômica, passa a ser um complexo cultural e de valorização do trabalho de artistas e empreendedores locais. Em uma collab com artesãos da Feirinha do Largo, o local passa a ser morada permanente dos expositores da tradicional feira.

Economia criativa e colaborativa

A aposta é da empresária Rose Aguiar, sócia administradora da Vila Urbana, que viu na economia criativa e colaborativa uma saída para enfrentar a crise. Assim, juntou dois setores bastante afetados com a pandemia: o de gastronomia e as feiras de artesanato.

A iniciativa tem o apoio da Associação Comercial do Paraná e irá reunir 18 artesãos de um total de 45 profissionais. Inicialmente, o sistema de expositores vai atender em rodízio e os dias de funcionamento serão apenas às sextas e sábados. Posteriormente, a ideia é que a feira funcione todos os dias da semana e que todos os artesãos possam expor juntos.

“Quando nos deparamos com todo esse cenário, começamos a observar o que estava sendo feito ao redor do mundo. Foi quando conheci a Feira Ix Factory, em Portugal, que promove a união de arte, cultura e gastronomia e pensei que tinha o espaço e os artesão, o produto. Assim nasceu esse projeto”, explica Rose. 

Feirinha do Largo
18 artesãos da Feirinha do Largo vão ter seus produtos expostos em um sistema de rodízio no novo espaço, localizado no centro da cidade. | Letícia Akemi/ Arquivo Gazeta do Povo

No coração da cidade

Pintura, crochê, peças de arte, antiguidades. Toda a gama do artesanato regional paranaense poderá ser encontrada em localização estratégica, no centro da cidade. O espaço fica na Rua Marechal Deodoro e foi inaugurado há pouco mais de dois anos. Nesse meio tempo, tornou-se reconhecido como um importante polo gastronômico da capital. Todo o complexo foi adaptado para receber os artesãos e o público seguindo todos os protocolos sanitários necessários.

"Estou com boas expectativas para iniciar esse projeto, porque a situação dos artesãos está muito difícil desde que a pandemia se instalou. Acredito que tem tudo para dar certo”, relata Wilson Guimarães, artesão de artigos de couro e que expõe na Feirinha do Largo há 52 anos.

Serviço:

Feira da Vila – Vila Urbana Arte, Cultura e Gastronomia
Rua Marechal Deodoro, 686
Abertura sexta-feira, dia 18 de junho às 11h
Funcionamento sextas e sábados das 11h às 21h
Informações: @vilaurbana.gastronomia e www.vilaurbanagastronomia.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]