Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Show é formado por 14 cantores e cantoras e oito instrumentistas e traz clássicos do disco lançado em 1983.
Show é formado por 14 cantores e cantoras e oito instrumentistas e traz clássicos do disco lançado em 1983.| Foto: Nay Klym/Divulgação

Depois de entrar para a história do Balé do Guaíra, que chegou a se apresentar com o espetáculo para multidões em estádios na década de 1980, o disco " O Grande Circo Místico" é o tema de um show que estreia amanhã (8), no auditório Poty Lazzarotto, no Museu Oscar Niemeyer (MON).

Lançado em 1983, o disco "O Grande Circo Místico", com composições de Chico Buarque e Edu Lobo que se eternizaram na voz de cantores e cantoras como Milton Nascimento, Gal Costa, Tim Maia, Zizi Possi, entre outros, é um dos mais icônicos da MPB. Mesmo que nenhum desses artistas sejam de Curitiba, o disco tem uma relação direta com a cidade: as canções foram a trilha sonora criada originalmente para coreografia homônima do Balé Teatro Guaíra, com roteiro de Naum Alves de Souza a partir de poema de Jorge de Lima, sobre a história de amor entre um aristocrata e a acrobata de um circo.

"Está todo mundo emocionado de pisar no palco novamente após 20 meses. Vimos muita coisa nesse período: amigos passarem fome, mudarem de profissão. O show é uma celebração de amor", diz o produtor e diretor, Rodrigo Fornos.

O show 'O Grande Circo Místico' será formado por oito instrumentistas e 14 cantores e cantoras, que sobem ao palco do auditório no MON (que tem capacidade para 354 pessoas). A classificação etária é livre. A organização frisa que é obrigatória a utilização de máscara por parte do público durante toda a permanência no evento, e que o consumo de alimentos e bebidas é proibida dentro do auditório.

Afetos e memórias

Fornos têm uma relação bastante pessoal com o disco e também com o espetáculo do Balé Teatro Guaíra: então adolescente, morava em Santos (SP) e, nas férias, vinha a Curitiba visitar o pai, que namorava com uma das bailarinas do elenco do Grande Circo Místico. "Eu assisti o espetáculo umas 100 vezes e ficava nos bastidores. Por isso, é uma relação de amor. Foi a obra que alçou o balé ao merecimento de uma das maiores companhias do Brasil",  frisa o produtor. "É uma obra que merece ser cantada e vista. Uma história belíssima e musicalmente maravilhoso. Quanto mais gente assistir ao show, melhor", convida Fornos.

Serviço

Show O Grande Circo Místico.
De 8 a 10 de dezembro, às 20 horas. Auditório Poty Lazzarotto - Museu Oscar Niemeyer (Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico).
Ingressos R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada e assinantes do Clube Gazeta do Povo).



Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]