i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Moda, arte e design

Cenário autoral de moda e design curitibano ganha espaço; conheça algumas marcas

  • PorEquipe Pinó
  • 19/10/2020 14:59
Cenário autoral de moda e design curitibano ganha espaço; conheça algumas marcas
| Foto:

FARRAPO COUTURE

A partir de peças e tecidos em desuso, Kamila Olstan é quem está à frente dos desenhos e costuras da Farrapo Couture, marca de moda curitibana que utiliza a técnica conhecida como upcycling, a reutilização criativa e sustentável de materiais para um novo uso. O trabalho artesanal, feito a partir do garimpo de roupas em brechós e do Banco de Tecidos – negócio de economia circular que faz a gestão de resíduos têxteis por meio de troca e venda – gera peças únicas e originais que misturam estampas e modelagens diversas, como o casaco feito a partir de sobras de vestidos de festa (foto). “A proposta da marca é dar novos sentidos para esses tecidos, [...] muitas vezes as pessoas não se dão conta que cada pedaço de tecido, cada roupa, tem toda uma cadeia de produção têxtil muito custosa para o meio ambiente”, destaca Kamila. As peças na Farrapo variam de R$ 150 a R$ 800.
Site: farrapocouture.com.br

Processed with VSCO with t1 preset
Processed with VSCO with t1 preset| Divulgação

YBYRÁ DESIGN EM MADEIRA

Ainda na iniciativa de evitar desperdícios, a Ybyrá é uma marca autoral de joias curitibana feitas a partir de madeiras em desuso. Carrocerias de caminhão, caixilhos de portas, madeiras encontradas nas ruas, resto de casas e marcenarias que seriam descartados ganham vida nova transformando-se em brincos hipoalergênicos e colares. Produzidas por Ana Paula Málaga e Diego Zerwes, as joias são de madeiras como pinheiro, imbuia e pau-marfim. Todas são lixadas e acabadas à mão e envernizadas com óleos naturais, que protegem contra umidade e preservam as cores da própria madeira, sem adição de colorantes. Os brincos da Ybyrá podem ser adquiridos entre R$ 40 a R$ 60 e os colares variam de R$ 60 a R$ 80.
Instagram: @ybyramadeira

FLORIM KIDS

Voltada para recém-nascidos a crianças de seis anos, a Florim é uma marca de vestuário infantil criada pela designer Stefany Vechi há quatro anos. Apesar de confeccionar algumas peças voltadas para meninos ou meninas, investe em modelagens que possam ser usadas independente do sexo, com cortes retos, paletas de cores sóbrias, como cinza, marrom, laranja e mostarda, e com padrões geométricos, listras e quadriculados. A proposta é que as roupas tragam conforto – por isso a preferência pelo uso de tecidos de algodão – e que tenham uma vida útil longa. A simplicidade da Florim não é sinônimo de roupas sem graça: algumas peças têm um apelo lúdico, como os macacões de pelúcia com orelhas de bichinhos no capuz (foto). O valor das peças varia entre R$ 40 a R$ 160.
Instagram: @florim_kids

EN TORNO CERÂMICA

É no ateliê En torno Cerâmica que a designer e ceramista Julie Inada produz, desde 2014, peças utilitárias como copos, pratos, cumbucas, canecas, vasos e saboneteiras. O gosto pela culinária a levou para as criações de utensílios de cozinha, produzindo para restaurantes, bares e cafés. Uma das características de seus produtos são as cores únicas dos vidrados, de fabricação própria, que passam por tonalidades de azul, amarelo, branco, rosa e verde, revestindo e impermeabilizando os produtos. “Cada peça que faço está em constante mudança, aperfeiçoamento de forma e de modelagem”, explica. Seus produtos, que se caracterizam por curvaturas de linhas simples, variam de R$ 30 a R$ 400.
Site: entornoceramica.com.br

MESEMBRIA DESIGN

Fundado pelo designer Marcell Boareto há seis anos, o Mesembria é uma marca de mobiliário voltada sobretudo a móveis de encaixe, estruturas que dispensam pregos e parafusos, além de serem práticas para montagem e fáceis de transportar. O estúdio oferece uma linha de produtos prontos como ganchos, cabideiros, sapateiros, mesas de cabeceira e estantes, mas funciona também na produção de móveis sob medida com projetos para ambientes. Nesses casos, Boareto destaca que não há restrições para os materiais ou processos a utilizar, depende da demanda de cada cliente. “O ponto não é o material, mas o que o cliente quer fazer. O processo também é adaptável”, explica. Entre a linha de produtos prontos, os preços variam de R$ 36 a R$ 480.
Site: mesembriadesign.minestore.com.br

IVANA DOBRUSKI

Há dois anos, a designer e artesã Ivana Dobruski decidiu transformar o hobby que tinha na produção manual em sua fonte de renda. A partir de materiais como cordões de algodão, lã merino, acrílica e fibras naturais, produz tramas, nós, texturas e cores que resultam em suportes para plantas, painéis para parede, objetos de decoração e pedidos sob medida. Os trabalhos utilizam técnicas como macramê, tecelagem, bordado em talagarça e nhanduti – renda tradicional paraguaia. Os produtos são exclusivos e variam de chaveiros a R$ 22 a peças decorativas a partir de R$ 100, a depender da técnica, materiais utilizados e dimensão.
Instagram: @ivanadobruski

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.