• Carregando...
A calistenia é uma atividade física flexível, versátil e que pode ser realizada até ao ar livre.
A calistenia é uma atividade física flexível, versátil e que pode ser realizada até ao ar livre.| Foto: Bigstock

A calistenia faz referência a um grupo de exercícios que usa exclusivamente o peso corporal. A prática trabalha diferentes músculos ao mesmo tempo, o que é positivo para a melhora no condicionamento físico e na saúde geral. Alguns dos benefícios desses exercícios dinâmicos são: mais flexibilidade, definição dos músculos, queima de gordura corporal, resistência cardiorrespiratória, aumento da força, melhor coordenação corporal e melhora no equilíbrio.

Calistenia nas escolas

Quem já passou dos 40 anos provavelmente se lembra de fazer esses exercícios durante o ensino médio. Há uma razão histórica para isso. Nas décadas de 1970 e 1980, no antigo 1º, 2º e 3º graus do ensino regular brasileiro, a educação física escolar era aplicada utilizando uma corrente tecnicista. Logo, a calistenia estava entre as atividades executadas pelas crianças e adolescentes da época.

“Quem viveu isso certamente lembra dos polichinelos, flexões de braço e exercícios ginásticos da aula de educação física”, relembra o educador físico Ederley Scremin, da Academia GB de Curitiba. “Isso ocorreu porque, neste período, o Brasil foi governado pelos militares e a calistenia era a forma de deixar os soldados em forma para ‘batalha’. Inserir a calistenia nas escolas preparava os jovens para quando chegasse o momento de servir o exército”, explica o profissional.

Calistenia na moda

 Pessoas de todas as idades e níveis de experiência em atividade física podem aderir à prática de calistenia seguindo as orientações de um profissional.
Pessoas de todas as idades e níveis de experiência em atividade física podem aderir à prática de calistenia seguindo as orientações de um profissional.| Bigstock

Como explica o educador físico, “hoje o assunto volta à moda, pois o corpo é a principal ferramenta para esta prática, o que entusiasma muita gente”. Atualmente, o fascínio pela calistenia se renova, mas por razões diferentes. No mundo da atividade física, a calistenia se mostra como uma opção versátil e democrática. Mesmo sem peso adicional, a prática regular e planejada desses exercícios possibilita atingir um “shape” definido.

“O grande ponto forte desta prática esportiva, é que ela pode ser realizada em qualquer lugar, em casa, na rua, em praças, parques e academias, o que coloca a calistenia como uma das principais práticas esportivas do momento para melhora da condição física e de saúde de um indivíduo”, comenta Scremin. Contudo, é importante lembrar que qualquer atividade física precisa de orientação profissional, tanto para atingir os objetivos adequadamente, quanto para evitar lesões.

“O grande ponto forte desta prática esportiva, é que ela pode ser realizada em qualquer lugar, em casa, na rua, em praças, parques e academias”. 

Ederley Scremin, educador físico.

Você sabia?

Antes de ter condições de realizar treinos com equipamentos de academia, o fisiculturista profissional brasileiro Ramon Dino (@ramondinopro) recorreu à calistenia. O atleta compartilha, no Instagram e em diferentes entrevistas, sua experiência treinando barra em praças públicas de sua terra natal, o Acre.

Prática democrática

| Bigstock

Como toda prática esportiva, a diferentes níveis de complexidade dentro da calistenia. Exercícios básicos – como flexões, polichinelos e abdominais – têm um grau de dificuldade menor e, por isso, podem ser realizados por qualquer pessoa, até mesmo por iniciantes. “Portanto, essa é uma prática esportiva para qualquer idade, observando alguns cuidados, como não ter restrições médicas para prática física e seguindo as orientações de um profissional de educação física”, ressalta Scremin.

No entanto, outros exercícios calistênicos apresentam um grau de dificuldade grande, e demandam uma boa condição física e força para serem executados. Os exercícios realizados em argolas e barras, por exemplo, encaixam-se nessa categoria. Apesar de não demandar pesos adicionais, os exercícios calistênicos podem ser potencializados com o uso de alguns acessórios, como cordas, elásticos – além de barras e argolas, como já mencionado.

E aí, a calistenia é para você? Antes de se jogar nessa prática, é importante relembrar que qualquer prática esportiva deve ser acompanhada por profissionais e associada a uma dieta adequada para a obtenção de resultados.

0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]