i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CPF na nota

Após câncer da neta e carro roubado, aposentada ganha R$ 200 mil no Nota Paraná

Moradora de Pinhais foi a ganhadora do maior prêmio do mês no programa; dinheiro ajudará a amenizar a situação financeira complicada da família

  • PorKatia Brembatti
  • 21/08/2018 10:17
Maria Salete, com o retrato da filha Tatiane e da neta Julia, e o cheque que vai mudar a vida da família. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Maria Salete, com o retrato da filha Tatiane e da neta Julia, e o cheque que vai mudar a vida da família.| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Um telefonema – que parecia golpe – é o ponto alto em meio a tantas adversidades nos últimos dois anos de uma família moradora de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Maria Salete Alves Nowacki, de 65 anos, foi a sorteada com o prêmio principal do programa Nota Paraná em agosto e recebeu R$ 200 mil. Aposentada como auxiliar de cozinha do Hospital Evangélico, ela enfrentava dificuldades financeiras por causa de graves problemas de saúde na família.

A fase difícil começou quando a neta Júlia Pschaidt teve um edema cerebral, em julho de 2016. Então com 18 anos, a estudante do primeiro ano de Arquitetura tinha dores de cabeça constantes e cada visita ao médico ou ao pronto-socorro não resultava em um diagnóstico. O caso foi se agravando até que ela foi levada inconsciente para o hospital. O atendimento foi rápido para evitar a morte, mas os exames identificaram um câncer cerebral.

ELEIÇÕES 2018: acompanhe as notícias sobre o Paraná

Desde então, Júlia já passou por 12 cirurgias. Às vezes atendida pelo SUS e em outras com os custos bancados pelo plano de saúde, ela tem muitas despesas extras, que incluem exames especiais e todo o tipo de suporte que precisa nos tratamentos. Por causa de uma meningite bacteriana que teve em uma das internações, Júlia ficou surda e teve parte da visão comprometida. Hoje usa um aparelho auditivo, financiado em 36 parcelas.

A dona de casa Tatiane Regina Alves, 41 anos, se vira para cuidar da filha. Vende roupas, organiza bazares com as doações que recebe, faz bingos, rifas e pasteladas para arrecadar dinheiro para as despesas. A situação econômica complicada ainda sofreu mais um revés com um assalto, no mês passado, quando os criminosos levaram um carro, com o que estava no porta-malas (produtos em consignação e o dinheiro que tinha sido arrecadado com as vendas). Tatiane é mãe também de Geovanna, de 10 anos, que tem dislexia e também precisa de acompanhamento médico.

EXTRA: Tire todas as suas dúvidas sobre o programa Nota Paraná

A virada

Tudo estava bastante conturbado quando o telefone tocou no dia 10 de agosto. Aliás, tocou várias vezes. A coordenadora do Nota Paraná, Marta Gambini, teve dificuldades para avisar Maria Salete que ela havia sido sorteada. A aposentada via que era um número não identificado, de DDD 44, e não atendia. Depois de muitas tentativas, Marta decidiu ligar para a filha da ganhadora e só aí conseguiu dar a boa notícia.

Tatiane avisou a mãe, que num primeiro momento não acreditou. “A gente só teve certeza quando olhamos no site”, comenta Maria Salete. Aí a alegria tomou a casa, com a perspectiva de pagar algumas dívidas, custear despesas para a neta e ainda realizar o sonho da casa própria, já que a aposentada mora numa casa alugada. Maria Salete já passou muita dificuldade financeira, até ficou sem comer enquanto acompanhava Júlia em internações no hospital.

A ganhadora conta que, desde o início do programa, em 2015, colocava CPF na nota. Mas só em 2016 descobriu que precisava se cadastrar no site e também aceitar participar dos sorteios para ter algum benefício direto. Mas ela não fazia nada disso pensando nos grandes prêmios – o interesse sempre foi a devolução mensal de parte do imposto arrecadado. De uma vez, chegou a receber quase R$ 100, mas na maior parte dos meses não passava de R$ 20.

SAIBA MAIS : Confira quais as chances de ser sorteado no Nota Paraná

O prêmio

Maria Salete, viúva, e Tatiane, filha única, são muito unidas. Muito religiosas, acreditam que receberam um milagre. Júlia terá de fazer radioterapia e, na semana passada, em meio a alegria do prêmio, a família recebeu a notícia de que o tumor voltou a crescer e que será necessária uma nova cirurgia. E mais: dependendo do resultado de um exame genético, vai depender de um remédio importado. Por isso, elas pretendem continuar com várias ações para arrecadar dinheiro. Para setembro está prevista a rifa de uma bicicleta.

A entrega do prêmio foi na quinta-feira (16).Jaelson Lucas

Maria Salete recebeu o “checão” na quinta-feira (16). “Foi muito emocionante”, conta Marta Gambini, que já entregou outras 32 rodadas de prêmios. O sorteio de agosto, especial do dia dos pais, com valores aumentados, entregou também R$ 120 mil e R$ 80 mil para moradores de Curitiba, a assessora jurídica Christiane do Carmo Pavani, de 55 anos, e o motorista Nazir Costa Rodrigues, de 46 anos, respectivamente.

Sobre a impressão que muitas pessoas têm de que os prêmios do Nota Paraná só saem para quem gasta muito – e já é rico –, a coordenadora do programa explica que todo mundo que coloca CPF na nota participa. Toda primeira compra realizada no mês gera um bilhete, independentemente do valor gasto. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do mês. Claro que o número de bilhetes influencia – são mais chances de ganhar. Mas assim como apostadores ganham com uma aposta simples na Mega-Sena, por exemplo, também um consumidor com apenas uma compra pode sair vencedor.

Cerca de 15 milhões de pessoas já colocaram CPF na nota, mas apenas 2,24 milhões de contribuintes fizeram o cadastro no site para receber dinheiro de volta – destes, aproximadamente 600 mil deixaram de clicar no botão de aceite para participar dos sorteios. Além dos prêmios mais robustos, o Nota Paraná ainda sorteia outros 250 mil bilhetes, com valores entre R$ 10 e R$ 1 mil. Quem não quer colocar CPF na nota, para ter de volta uma parte do ICMS recolhido em algumas atividades, pode doar os cupons fiscais para entidades assistenciais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]
  • Tudo sobre:

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.