i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
EMENDAS AO ORÇAMENTO

As oito obras prioritárias da bancada do Paraná para rodovias em 2018

As emendas de infraestrutura, porém, não são impositivas e as obras podem nem sair do papel

  • PorCatarina Scortecci, correspondente
  • Brasília
  • 23/11/2017 18:54
Fachada do Congresso Nacional, em Brasília: emendas de infraestrutura do PR somam R$ 1,2 bilhão. | Ana Volpe/Agência Senado
Fachada do Congresso Nacional, em Brasília: emendas de infraestrutura do PR somam R$ 1,2 bilhão.| Foto: Ana Volpe/Agência Senado

A bancada de parlamentares do Paraná em Brasília incluiu oito obras em rodovias na proposta de orçamento da União para o ano de 2018. As oito emendas, contudo, não são impositivas, ou seja, o governo federal não é obrigado a efetivamente repassar dinheiro a tais obras.

Assim, as oito emendas ligadas à área de infraestrutura podem nem sair do papel. No total, elas representam uma soma de R$ 1,2 bilhão.

PESQUISA:  As emendas da bancada do Paraná por deputado

A apresentação de emendas para construir ou melhorar uma malha viária é historicamente comum dentro da bancada do Paraná, especialmente em função do perfil agrícola do estado, dependente de estradas para transporte de produção.

Ao justificar, por exemplo, a apresentação da emenda que prevê R$ 15 milhões para a construção do contorno rodoviário no município de Campo Mourão (BR-272), a bancada do Paraná explica que o novo trecho permitirá “que a produção agropecuária da região escoe de forma mais célere”.

No total, a bancada apresentou 19 emendas na proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018, que é elaborada pelo Executivo e discutida e votada pelo Congresso Nacional. Apenas duas emendas, ligadas às áreas da agricultura e da educação, são impositivas, de execução obrigatória.

As obras consideradas prioritárias pela bancada do Paraná para 2018

R$ 15 milhões

para construção de um contorno rodoviário na BR-272, no município de Campo Mourão

R$ 15 milhões

para adequação da capacidade da BR-376, no acesso ao contorno leste de Ponta Grossa

R$ 20 milhões

para construção de um viaduto e três passarelas na BR-476, no município de Araucária

R$ 150 milhões

para adequação de trecho rodoviário entre Marmelândia e Cascavel

R$ 200 milhões

para adequação de trecho rodoviário entre Guaíra e Cascavel

R$ 400 milhões

para construção de contorno rodoviário de Maringá (BR-376), abrangendo os municípios de Maringá, Paiçandu, Sarandi e Marialva

R$ 100 milhões

para a construção de trecho entre a BR-280/SC e a BR-373/PR (na região da divisa entre os estados de Santa Catarina e Paraná) e na BR-163 (na região da divisa entre os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul)

R$ 300 milhões

para o Portal de Acesso ao Parque Nacional do Iguaçu, na BR-469

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.