i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
inadimplência

Deputado paranaense que ganhou 12 vezes na loteria deve R$ 21 milhões à União

Dividas são relacionadas a empresas de Fernando Giacobo (PR), primeiro-secretário da Câmara dos Deputados

  • PorFelippe Aníbal
  • 15/05/2017 17:03
Fernando Giacobo (PR) | Luis Macedo / Câmara dos Deputados/Arquivo
Fernando Giacobo (PR)| Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados/Arquivo

Primeiro-secretário da Câmara, o deputado paranaense Fernando Giacobo (PR) deve R$ 21 milhões à União. O montante, que também inclui débitos pendentes de empresas do parlamentar, consta do portal da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e os dados são públicos.

Em 1997, Giacobo ganhou 12 vezes na loteria, em um período de apenas 14 dias. Em entrevista concedida no ano passado à Gazeta do Povo, ele se justificou dizendo que se tratavam de apostas em “bolões”.

Uma concessionária de veículos do deputado acumula mais de R$ 10 milhões em dívidas e uma oficina de serviços de manutenção em automóveis deve R$ 3,5 milhões. A empresa de locação de carros vinculada a Giacobo tem R$ 342,1 mil em pendências, segundo a Fazenda da Nacional.

Deputado “mais rico” do país deve R$ 57 milhões para o governo federal

Leia a matéria completa

Com base eleitoral em Cascavel, o parlamentar declarou bens que somavam R$ 2,3 milhões em 2014. Giacobo chegou a ser réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF), mas todas prescreveram. A Gazeta do Povo tentou ouvir o parlamentar, mas sua assessoria de imprensa não atendeu aos pedidos de entrevista.

Prefeito de Londrina

Além de Giacobo, outro político eleito deputado nas últimas eleições que aparece na relação de devedores é Marcelo Belinati (PP). Em janeiro deste ano, Belinatti deixou a Câmara dos Deputados para assumir a prefeitura de Londrina. Segundo a Fazenda Nacional, o paranaense deve R$ 7,4 mil à União.

Belinati não quis conceder entrevista, mas emitiu uma nota em que disse que o débito se refere a uma multa eleitoral, aplicada pela Justiça por propaganda irregular. Segundo o prefeito, um simpatizante de sua candidatura afixou um cartaz no muro de sua própria casa.

“Marcelo [Belinati] recorreu judicialmente contra a multa porque a acha injusta, já que não é possível controlar quem cola cartazes ou não, numa cidade metrópole do tamanho de Londrina”, diz o texto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.