No balanço de seu primeiro ano à frente da prefeitura de Curitiba, Rafael Greca (PMN) distribuiu críticas aos sindicatos de servidores municipais e ao ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT). Sobre o não pagamento da data-base do funcionalismo, o prefeito afirmou que havia condições de pagar um reajuste de até 1,5%, mas a gestão optou pelo congelamento dos salários para dar um aumento maior quando tiver condições.

O prefeito ainda comemorou o acordo feito com as empresas operadoras do transporte coletivo que vai permitir uma a compra de novos ônibus e a implantação da linha Ligeirão Norte-Sul, que, segundo Greca, estará funcionando até o dia 29 de março de 2018. A linha fará a ligação da região do Santa Cândida com a Praça do Japão. As obras estruturais estão prontas desde 2014, mas a operação não começou por falta de ônibus.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]