141530

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Após polêmica, governo começa a retirar marcas e logotipos alusivos a Bolsonaro

agora vai ter padrão

Após polêmica, governo começa a retirar marcas e logotipos alusivos a Bolsonaro

Transmissões da NBR e o portal oficial do governo traziam logotipos e imagens de fundos sem respeitar o princípio da impessoalidade

  • Estadão Conteúdo
 | Reprodução/NBR
Reprodução/NBR
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) formalizou nesta terça-feira (8), no Diário Oficial da União (DOU), a determinação dada a seus ministros e toda equipe para que adotem uma comunicação clara e harmônica dos atos do governo federal com base nos princípios da “legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência”. Ele também pediu uma unificação dos discursos.

O decreto foi divulgado após a o site de notícia “A Agência” mostrar, na segunda-feira (7), que as transmissões da NBR e o portal oficial do governo personificaram a divulgação oficial com o nome do Bolsonaro e fotos do presidente. Na NBR, a tevê estatal pública, aparecia o logotipo “governo Bolsonaro”. Já no site do governo brasileiro, por exemplo, havia uma foto de fundo com pessoas vestindo camisetas com mensagens em apoio a Bolsonaro.

/ra/pequena/Pub/GP/p5/2019/01/08/Republica/Imagens/Vivo/site governo.jpg
Site do Governo do Brasil, com imagem de fundo com apoiadores do presidenteReprodução

Os canais oficiais de comunicação do governo precisam seguir os princípios da impessoalidade. Por isso, Bolsonaro decidiu baixar um decreto nesta terça comunicando a todas de sua equipe que o princípio precisa ser seguido.

Após o despacho, a imagem foi retirada do portal do governo e substituída por uma bandeira do Brasil. Porém, no site do Planalto, ainda aparece “Agenda do Jair Messias Bolsonaro”, ao invés de agenda do Presidenta da República.

/ra/pequena/Pub/GP/p5/2019/01/08/Republica/Imagens/Cortadas/angeda Bolsonaro-kHmG-U204218961281Q1G-1024x536@GP-Web.png
Site oficial do PlanaltoReprodução

Lançamento da marca oficial

Na semana passada, o governo apresentou o seu logotipo oficial. O último verso do hino nacional, a frase “Pátria Amada Brasil”, fará parte da nova marca do governo Jair Bolsonaro, que é acompanhada de uma ilustração estilizada da bandeira.

O anúncio foi feito pelo próprio Bolsonaro, no Twitter, quando exaltou a economia de mais de R$ 1,4 milhão. “Um competente trabalho da Secom onde expõe a nova logo marca do Governo Federal. A parte mais importante é que a divulgação está sendo lançada na internet com custo zero, economizando mais de R$ 1,4 mi aos cofres públicos, se a ação fosse realizada pelos canais tradicionais de TV”, anunciou Bolsonaro na rede social.

O ex-presidente Michel Temer também optou por um símbolo ufanista em seu mandato. Ele adotou o slogan “Ordem e Progresso”, inscrição na bandeira do Brasil. A ex-presidente Dilma Rousseff também mencionou a palavra “pátria” em seu slogan, mas com foco em educação, com os dizeres: “Brasil, Pátria Educadora”.

Contas nas redes sociais

Por decreto, o presidente Jair Bolsonaro transferiu a administração das “contas pessoais das mídias do presidente da República” para a Secretaria de Comunicação.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>