Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /
| Foto: /

Geraldo Alckmin (PSDB) é dono de 44% da campanha eleitoral na tevê. São 5 minutos e 32 segundos por bloco de horário eleitoral em 434 inserções de 30 segundos ao longo do primeiro turno. O tucano contava com esse tempo para decolar nas pesquisas. Até agora, não funcionou.

No último Datafolha antes do início da campanha na tevê, divulgado em 21 de agosto*, o tucano tinha 9% das intenções de voto. No mais recente, divulgado em 20 de setembro**, ele tem... 9%.

É coisa rara. Desde as eleições presidenciais de 1989, em 90% dos casos os três candidatos com mais tempo de tevê conseguiram ganhar intenções de voto após o início das propagandas.

Para tentar sair do lugar, o tucano intensifica os ataques contra Jair Bolsonaro (PSL) e começa a atirar contra Fernando Haddad (PT). Seu programa eleitoral de quinta-feira (20) foi quase todo dedicado a contar o que ocorreu com a Venezuela após a ascensão de Hugo Chávez – e a tentar ligar o ditador ao PT, que sempre o apoio, e também ao capitão reformado, a campanha de Alckmin apresenta como um militar “salvador da pátria”, tal como o falecido líder venezuelano.

O Café da República desta sexta (21) apresenta as principais propostas e estratégias de Alckmin na corrida eleitoral. É o quarto programa temático sobre candidatos – anteriormente, foram abordados os planos de João Amoêdo (Novo), Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede).

*Pesquisa realizada pelo Datafolha de 20/ago a 21/ago/2018 com 8.433 eleitores em 313 municípios (Brasil). Contratada por: Folha de São Paulo e Rede Globo. Registro no TSE: BR-04023/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%.

**Pesquisa realizada pelo Datafolha de 18/set a 19/set/2018 com 8.596 entrevistados (Brasil). Contratada por: REDE GLOBO E FOLHA DE S. PAULO. Registro no TSE: BR-06919/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%. *Não sabe / Não respondeu

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]