Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | MAGNUS NASCIMENTO/ESTADÃO CONTEÚDO
| Foto: MAGNUS NASCIMENTO/ESTADÃO CONTEÚDO

A prisão do ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi marcada por xingamentos de pessoas que acompanharam a operação da Polícia Federal, na manhã desta terça-feira (6), em Natal (RN). Alves foi chamado de “ladrão”, “safado” e “bandido” , enquanto era conduzido por agentes a um carro da PF, segundo vídeo feito pela Federação Nacional dos Policiais Federais.

Ele fazia parte do núcleo de confiança do presidente Michel Temer e se afastou do ministério em junho do ano passado, após algumas semanas no cargo, envolvido na Operação Lava Jato. Alves também foi ministro do Turismo na gestão Dilma Rousseff. A operação desta terça, denominada Manus, é um desdobramento das delações da empreiteira Odebrecht e apura atos de corrupção ativa e passiva e também lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, que teria sido erguida com um sobrepreço de R$ 77 milhões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]