012849

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Martelo batido: governo decidiu manter horário de verão

energia

Martelo batido: governo decidiu manter horário de verão

O Ministério de Minas e Energia informou nesta segunda-feira (25) que o governo federal decidiu manter o horário de verão neste ano

  • Brasília
  • Flávia Pierry, com agências
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Daniel Castellano/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Ministério de Minas e Energia informou nesta segunda-feira (25) que o governo federal decidiu manter o horário de verão neste ano. O presidente Michel Temer (PMDB) já havia se mostrado favorável a manter o horário de verão. Em reunião no Palácio do Jaburu no domingo (24), a equipe presidencial considerou que o horário de verão já se tornou um hábito dos brasileiros e que sua mudança pode criar um desgaste desnecessário ao presidente.

LEIA MAIS: Como fica a indústria do turismo se o horário de verão acabar?

A última edição foi de 16 de outubro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017. No período, a economia foi de R$ 159,5 milhões, decorrentes da redução do uso de usinas termelétricas para complementar a geração de energia. O valor ficou abaixo do verificado na edição anterior (2015/2016), quando foram poupados R$ 162 milhões.

A economia reflete o maior uso de iluminação natural neste período, quando os relógios são adiantados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A alteração não vigora nos estados do Norte e Nordeste.

O horário de verão vem perdendo importância. Nos últimos anos, o horário de pico no consumo de energia se deslocou do início da noite para o início da tarde, principalmente no verão, quando um maior número de aparelhos de ar-condicionado está em operação.

O programa foi instituído pela primeira vez no Brasil no verão de 1931/1932 e vem sendo adotado continuadamente desde 1985.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>