Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Política
  3. República
  4. Moro recebe prêmio de Pessoa do Ano da Câmara de Comércio Brasil-EUA

NOva York

Moro recebe prêmio de Pessoa do Ano da Câmara de Comércio Brasil-EUA

Juiz da Lava Jato foi escolhido para receber honraria que há 48 anos é entregue a uma personalidade brasileira e uma americana em um jantar de gala, em Nova York

  • Da Redação
 | Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O juiz federal Sergio Fernando Moro recebe nesta terça-feira (15), em Nova York, o prêmio de Pessoa do Ano entregue pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. A honraria é concedida todos os anos, desde 1970, a uma personalidade brasileira e uma americana. Michael Bloomberg, ex-prefeito de Nova York e dono de uma das maiores fortunas dos EUA, também será premiado no evento.

A premiação é bastante prestigiada, tendo agraciado em anos anteriores personalidades como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton. Em 2017, o nome do Brasil na premiação foi o ex-prefeito de São Paulo e atual pré-candidato a governador do estado, João Doria (PSDB).

Leia também: Tríplex de Lula é vendido por R$ 2,2 milhões em leilão

Moro receberá o prêmio em um jantar de gala no Museu de História Natural, em Manhattan. Cerca de 800 líderes de empresas internacionais, financeiras e diplomáticas participam da festa. A cerimônia é financiada com a venda de mesas a patrocinadores. Não há benefício financeiro concedido aos beneficiários do prêmio.

O nome do juiz brasileiro foi escolhido em fevereiro deste ano. Em comunicado oficial, divulgado semanas depois da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Câmara de Comércio Brasil-EUA destacou a liderança de Moro na Operação Lava Jato. E lembrou que há dois anos o magistrado fora escolhido uma das personalidades de 2016 pela revista “Time”, tendo figurado ainda na lista da revista “Fortune” de grandes líderes mundiais.

Leia também: Arrependimento, decepção, risco de morte: Moro abre o jogo em entrevista

“Nossa escolha do juiz Moro é um reconhecimento de seu julgamento, sua perseverança e sua coragem em liderar a luta contra a corrupção. Seus esforços levaram a padrões éticos e morais mais altos nos negócios que a Câmara adota. Sua aplicação do Estado de Direito melhorou drasticamente os padrões de governança corporativa no Brasil e ajudou a restabelecer a credibilidade internacional do país”, justificou a instituição.

Após o jantar de gala do Prêmio Pessoa do Ano, Moro receberá o título de doutor honorário da Universidade de Notre Dame. Veja quem ganhou em anos anteriores:

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE