Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Eduardo, filho de Jair Bolsonaro. | Fabio Rodrigues Pozzebom
Agencia Brasil
Eduardo, filho de Jair Bolsonaro.| Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom Agencia Brasil

Mais um filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) entrou na polêmica envolvendo o ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência. Em suas redes sociais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) compartilhou neste sábado (16) uma publicação com várias críticas a Bebbiano. O filho de Bolsonaro também chamou de “jumento” quem acredita que as falas de seu irmão, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), atrapalham o governo de seu pai. 

O texto (que não foi redigido por Eduardo, mas apenas compartilhado por ele) traz uma lista com várias acusações ao ministro Bebianno, como o envolvimento no esquema de candidatos laranjas do partido. Além disso, a postagem ainda aponta o ex-aliado como o responsável por sabotar a escolha do hoje deputado Luiz Phillippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) ao cargo de vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro em 2018. 

Publicação compartilhada por Eduardo Bolsonaro chega a chamar críticos de seu irmão de “jumento”

Embora as críticas não tenham sido feitas diretamente por Eduardo Bolsonaro, o fato de o parlamentar compartilhá-las em seu perfil oficial no Twitter sugere que ele endossa seu conteúdo — principalmente porque o texto vem em defesa do restante da família, sobretudo do irmão. “E ainda tem jumento que diz que o Carlos atrapalha o pai. Vocês são idiotas ou o quê?”, diz a publicação. 

O compartilhamento acontece algumas horas depois de o próprio ministro Bebbiano postar um texto sobre lealdade e amizade em outra rede social. Durante a madrugada de sábado (16), após avisar aliados que possivelmente deixará o governo, o pivô da primeira grande crise do governo Bolsonaro usou o Instagram para enviar indiretas ao Planalto. “Uma pessoa leal sempre será leal. Já o desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça”, diz trecho da íntegra da mensagem, atribuída por ele ao escritor brasileiro Edgard Abbehusen.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]