Sartori dá aula de democracia enquanto Haddad se apequena

Sartori dá aula de democracia enquanto Haddad se apequena Crédito: Lula Marques

Enquanto Fernando Haddad desperdiçou a chance de fazer um discurso republicano ao final da eleição deste domingo, falando como se ainda estivesse em campanha, sem ter a nobreza de cumprimentar Jair Bolsonaro, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (MDB) e candidato derrotado à reeleição, deu uma aula de democracia. Ao reconhecer a derrota, saudou o jovem Eduardo Leite como governador de “todos os gaúchos” e se colocou à disposição dele, ainda que isso fique só no campo da retórica política. Perdeu a eleição, mas certamente ganhou a simpatia e a admiração de muitos. Na campanha, Haddad (que só cumprimentou Bolsonaro hoje de manhã, via Twitter) falou o tempo todo em risco à democracia com a eleição do adversário, mas recusou-se a praticá-la ao não felicitá-lo nem lhe desejar sorte como manda a tradição. Perdeu a eleição e a educação. Feio, professor Haddad.

 

LEIA TAMBÉM

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ