i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ações emergenciais

BNDES suspende pagamento de empréstimos e transfere R$ 20 bi para saque do FGTS

  • Brasília
  • 22/03/2020 16:08
BNDES - Tudo Sobre Gazeta do Povo
| Foto:

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, anunciou neste domingo (22) medidas emergenciais para mitigar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus na economia. São, ao todo, quatro medidas, que somam R$ 55 bilhões.

As ações vão trazer um alívio de caixa para as empresas afetadas pela crise em R$ 30 bilhões ao suspender por até seis meses o pagamento de empréstimos já contratados com o banco, direta ou indiretamente. O banco também vai ampliar a oferta de crédito para pequenos negócios em R$ 5 bilhões e injetar R$ 20 bilhões na economia por meio dos saques do FGTS.

O presidente Jair Bolsonaro, que também participou do anúncio via uma coletiva virtual, afirmou que as medidas anunciadas pelo BNDES buscam, principalmente, manter os atuais empregos. “Vamos vencer essa crise do coronavírus com a manutenção do emprego, porque a vida continua.”

Tanto Montezano quanto Bolsonaro tentaram passar uma mensagem de otimismo para os empresários, afirmando que a crise é passageira, ao contrário de outras crises que o Brasil e o mundo já vivenciaram. Por isso, ambos defenderam que o banco adote medidas com cautela e responsabilidade.

Montezano afirmou que, ao todo, as medidas anunciadas neste domingo somam R$ 55 bilhões, o que vai gerar uma liquidez similar à anunciada em todo o ano passado pelo banco. "O caixa do banco está bem confortável. Estes 55 bilhões representam o valor desembolsado em 2019 [foram R$ 60 bilhões]. Isso aqui é uma jornada, um primeiro passo, não é algo que se encerra agora."

Reforço do FGTS

A primeira medida anunciada neste domingo é a transferência de R$ 20 bilhões de recursos do fundo PIS/PASEP para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A intenção é, com essa transferência, permitir uma nova rodada de saques do dinheiro parado no fundo para todos os trabalhadores.

A intenção de fazer uma nova rodada de saques do FGTS já tinha sido anunciada pelo Ministério da Economia na última segunda-feira (16), dentro do pacote de até R$ 147,3 bilhões em ações emergenciais do governo federal. A equipe econômica ainda estuda como será feita a nova liberação de recursos do FGTS. A expectativa é que as regras sejam conhecidas nos próximos dias.

Ampliação do crédito

O banco também vai ampliar a oferta de crédito para micro, pequenas e médias empresas em R$ 5 bilhões. A intenção é que o dinheiro seja destinado para capital de giro, ou seja, para pagar as contas do dia a dia das empresas, mas a empresa não precisará especificar a destinação dos recursos.

Quem tomar o crédito terá carência de até 24 meses, com prazo total de até 60 meses para quitar o empréstimo. Poderão tomar essa linha de crédito empresas com faturamento de até R$ 300 milhões por ano.

Suspensão de pagamento empréstimo

Já para dar um alívio de caixa para as empresas, o BNDES anunciou a suspensão do pagamento dos empréstimos, incluindo os juros, por até seis meses para empresas afetadas pela crise. A medida é válida somente para empréstimos já contratados.

A suspensão inclui as operações indiretas. As operações indiretas são empréstimos feitos via agentes financeiros, ou seja, não diretamente pelo BNDES. Segundo o banco, a medida representará um alívio de R$ 11 bilhões para os caixas das empresas.

As operações diretas, ou seja, os empréstimos feitos diretamente pelo BNDES também terão seus pagamentos suspensos por seis meses, incluindo os juros. As empresas que foram beneficiadas terão de limitar o pagamento de dividendos (distribuição de lucro aos acionistas) ao mínimo legal. A medida representará um alívio de R$ 19 bilhões de caixa para as empresas.

Serão beneficiadas com a medida empresas dos setores de petróleo e gás, aeroportos, portos, energia, transporte, mobilidade urbana, saúde, indústria e comércio e serviços. O prazo total do crédito será mantido.

Socorro a setores

O presidente do BNDES também afirmou que o banco estuda medidas para socorrer companhias aéreas, bares, restaurantes e hotéis. O objetivo é dar fôlego e oxigenar essas empresas ligadas ao setor de turismo, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus.

“Temos que proteger essa cadeia ao longo dessa crise transitória. Daqui a alguns meses essa crise vai passar e é importante manter essas cadeias normalizadas para quando essa crise passar”, afirmou Montezano, sem dar mais detalhes sobre o que está sendo estudado pelo banco.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • A

    Ana Freut

    ± 2 dias

    A cura (injeção de dinheiro) é pior que a doença! Esse lockdown total deveria ter sido repensado.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz Schuwinski

    ± 3 dias

    É com grande alegria que vemos o dinheiro do BNDES sendo aplicado dentro de nossas fronteiras. Durante a praga lulopetista esse banco de fomento era saqueado em bilhões para financiar obras em países comunistas como Cuba, Angola, Venezuela , etc.. Agora, cumpre as finalidades propostas desde a sua criação.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • Z

    Zyss

    ± 3 dias

    Então o estadinho obrigado todos os empresários a fechar suas empresas, tô esperando o estado fazer a sua parte e fechar todos os impostos tbm.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • Z

      Zyss

      ± 2 dias

      duas pessoas que descurtiram são funcionários públicos...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    STF

    ± 3 dias

    Não adianta só adiar. Tem de reduzir radicalmente todos os impostos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    CARLOS DE M SANTOS

    ± 3 dias

    Muito bom, mas cadê o socorro aos profissionais liberais que não podendo trabalhar terão que pagar as contas do governo federal/estadual e municipal (impostos, GPS, FGTS, ISS, associações de classe, etc etc). É urgente que o ministro da economia ordene seus secretários para urgentemente achar uma solução que adie o pagamento destas contas acima.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    Joster Macedo

    ± 3 dias

    Quero ver o dinheiro do BNDES chegar às empresas. Os bancos intermediários irão exigir garantias, que na situação atual não existem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    STF

    ± 3 dias

    Funcionário público vai tirar de letra a quarentena para “trabalhar” em casa. O resto nem vai achar seu emprego quando isso acabar.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    José Airton Gernano da Silva

    ± 3 dias

    Não somos contra o socorro às empresas, mas será que deveria haver alguns filtros?? Será que todos os empresários necessitam desses empréstimos? Quanto ao trabalhador, é inadimissivel cogitar R$200,00 para o pessoal da informalidade. Para aqueles tralhadores vulneráveis, somente migalhas. Para os empresários, às renegociações milionárias. Lamentável!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]