i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Descontentamento

Governadores e prefeitos isolam Bolsonaro após pronunciamento sobre coronavírus

  • Brasília e Curitiba
  • 25/03/2020 15:40
  • Atualizado em 25/03/2020 às 16:55
Presidente Jair Bolsonaro queima o que resta do seu capital político em uma disputa com governadores que já foram seus aliados.
Presidente Jair Bolsonaro queima o que resta do seu capital político em uma disputa com governadores que já foram seus aliados.| Foto: Isac Nóbrega/PR

Após o pronunciamento transmitido em rede nacional na noite desta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro ficou ainda mais isolado na condução da crise causada pela pandemia do coronavírus. O pronunciamento, em que Bolsonaro pede o fim do isolamento como estratégia para evitar o contágio da doença e ataca a imprensa e parte dos governadores, foi a gota d’água para o rompimento com o governo federal, mesmo entre antigos aliados do presidente. Nesta quarta-feira (25), os governadores dos principais estados do país vão se reunir virtualmente para discutir soluções para a crise e sem a presença de Bolsonaro. Apenas o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), não participará.

Bolsonaro dobrou a aposta no embate com os governadores. Ao sair do Palácio da Alvorada, pela manhã, disse que os governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), fazem demagogia no enfrentamento à crise e se acham donos dos estados, adotando medidas “além da normalidade”. Para Bolsonaro, "os governadores do Rio e de São Paulo estão fazendo demagogia para esconder problemas".

A declaração foi um pouco antes de uma reunião virtual com os governadores da região Sudeste do país. O encontro virtual foi marcado por uma discussão ríspida com Doria. O tucano lamentou o pronunciamento feito pelo presidente na véspera. “O senhor, como presidente da República, tem que dar o exemplo”, disse Doria. “Nossa prioridade é salvar vidas. Estamos preocupados com as vidas, presidente, salvar vidas nos nossos estados”, completou.

O presidente disse em seguida: “agradeço as suas palavras, governador, completamente diferente e dissociada por ocasião das eleições de 2018, onde vossa excelência apropriou-se do meu nome para se eleger governador. Acabou as eleições, vira as costas e começa a atacar covardemente aquele que emprestou seu nome para sua campanha”. “Guarde suas declarações para a ocasião das eleições de 2022”, completou Bolsonaro.

Nas redes sociais, o governador criticou a postura do presidente. Ele classificou como "decepcionante" a postura do presidente. "Levamos as solicitações do Governo de SP e nosso posicionamento sobre a forma como a crise deve ser enfrentada. Recebi como resposta um ataque descontrolado do Presidente. Ao invés de discutir medidas para salvar vidas, preferiu falar sobre política e eleições. Lamentável e preocupante", disse o governador.

Reação dos governadores: do afastamento ao rompimento com Bolsonaro

A postura de Bolsonaro irritou boa parte dos governadores, que já não tinham digerido bem o pronunciamento do presidente no dia anterior. Mesmo governadores que evitaram romper definitivamente com o governo federal, como Witzel, no Rio de Janeiro, tomaram o cuidado de riscar uma linha no chão e tomar uma distância estratégica do presidente da República. Já o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), teve uma reação mais incisiva.

Em entrevista coletiva, ele rompeu oficialmente com o governo federal. “Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo. Mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso. Não faz parte da postura de um governante”, disse. Caiado também afirmou que, a partir de agora, só falará com o presidente através de comunicados oficiais.

Antigo aliado de Bolsonaro, Caiado já vinha apresentando sinais de descontentamento com a postura do presidente. O governador de Goiás chegou se dirigir ao local de manifestações convocadas por Bolsonaro em Goiânia, no dia 15 de março, para pedir às pessoas que fossem para casa e evitassem aglomerações por causa do risco do coronavírus. O governador, porém, foi hostilizado pelos bolsonaristas.

Doria diz que Bolsonaro prefere escutar "gabinete do ódio"

O governador de São Paulo cumprimentou o colega Ronaldo Caiado “pela postura, pela firmeza, pela decisão correta, em defesa da vida” em entrevista coletiva nesta quarta. Depois da discussão durante a reunião com Bolsonaro, o tom crítico de Doria aumentou. O governador pediu que o presidente aja com serenidade, equilíbrio e entre uma pergunta e outra – quando não foi direto ao ataque – mandou mensagens claras de contrariedade com as ações de Bolsonaro.

“Não é hora de separatismos, não é hora de rivalidades, é hora de todos estarmos juntos no combate a essa gravíssima crise no combate ao coronavírus”, disse o governador paulista, que classificou o momento como a “maior crise de saúde pública da história do país”.

O relacionamento com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, segundo o tucano até o momento é bom. “Falo praticamente todos os dias com o ministro [da Saúde], da parte de São Paulo não há afastamento, com exceção de ontem à noite, quando liguei e ele não me atendeu. Compreendo as restrições do ministro ao não me retornar após as ações desastrosas do presidente”, disse.

O governador de São Paulo fez questão de ressaltar a união dos 27 governadores neste momento. E comentou a possibilidade de um possível pedido de impeachment, ventilado depois do pronunciamento do presidente. “Essa é uma decisão do Congresso Nacional, não é uma decisão de governadores e nem minha como governador do estado de São Paulo”. Além disso, afirmou que o presidente “mais atrapalha do que ajuda” com suas ações intempestivas durante o enfrentamento da pandemia. “Não é a minha única opinião, é a opinião majoritária dos brasileiros pesquisados pelo instituto Datafolha”, pontuou.

Doria aproveitou a oportunidade para dedicar uma “reflexão” a Bolsonaro. “Presidente, vamos refletir juntos, não pode haver fronteira entre a solidariedade e o amor ao próximo, irmão Dulce nos ensinou que as pessoas que espalham amor não tem tempo, nem disposição para jogar pedras. Pense nisso, presidente. Lidere o seu país, lidere o seu povo, com a alma aberta, com o coração aberto, fazendo o bem às pessoas e não transforme isso numa conflagração, numa luta política e numa disputa eleitoral”.

Witzel cobra que Bolsonaro assuma responsabilidade por orientações 

Em outra coletiva de imprensa, o governador do Rio, Wilson Witzel, afirmou que não vai voltar atrás nas medidas para evitar a aglomeração de pessoas no estado. “No momento não há espaço para abertura do confinamento, muito menos de afrouxamento das medidas que tomamos, estamos preservando vidas”, disse.

Para Witzel, o pronunciamento de Bolsonaro “não encontra eco em opiniões técnicas” sobre o enfrentamento ao coronavírus. “Não convergi com aquilo que o presidente falou ontem”, afirmou.

O governador também tentou se distanciar do presidente ao pedir, reiteradas vezes, que caso Bolsonaro entenda que o enfrentamento à crise deve ser feito de forma diferente do que os estados estão fazendo, se responsabilize por isso. “Ele [Bolsonaro] manifestou uma opinião política a respeito da situação”, disse o governador do Rio. “Não adianta falar, é preciso colocar no papel e assumir a responsabilidade pelos atos normatizados”, cobrou.

Witzel pediu, ainda, que a população fluminense fique em casa, apesar das orientações do presidente. “Pronunciamento não tem validade jurídica, pronunciamento é discurso político. Só depois que vira instrumento normativo é que todos os brasileiros precisam cumprir”, afirmou, ressaltando que comerciantes que insistirem em manter as portas abertas no Rio de Janeiro podem responder civil e criminalmente.

Prefeitos seguem governadores e também criticam postura do presidente

Em nota, a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) repudiou as declarações de Bolsonaro em seu pronunciamento. A entidade reúne prefeitos de 406 municípios brasileiros, inclusive das capitais. Na nota, os prefeitos questionam se o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, corrobora a fala de Bolsonaro. “As declarações presidenciais colocam prefeitos e governadores como tomadores de “decisões exageradas”. Esse questionamento é fundamental para esclarecer como devem ser os próximos encaminhamentos diante dessa crise”, diz a FNP.

“Não contar com essa liderança e, pior, contar com uma postura irresponsável, alicerçada em convicções sem embasamento científico, que semeiam a discórdia e até mesmo a convulsão social, compromete as relações federativas”, dizem os prefeitos. A entidade também destaca que as declarações de Bolsonaro “indicam um caminho perigoso de ruptura federativa”.

Em transmissão ao vivo no Facebook, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), reforçou o apelo para que a população da cidade siga em isolamento para conter a propagação do coronavírus. Sem mencionar o pronunciamento do presidente, Greca disse que não iria politizar o tema e transformar a crise em palanque.

“Vamos seguir a recomendação da Organização Mundial da Saúde. Por amor a Curitiba, pelo bem dos curitibinhas, nós continuamos em casa”, disse o prefeito. “Não quer dizer que os serviços essenciais não vão funcionar, que os pais de família da construção civil não devam trabalhar, assim como enfermeiras, guardas, policiais, trabalhadores do transporte”, acrescentou.

Já o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), defendeu o isolamento, mas agradeceu a “mensagem de otimismo” transmitida pelo presidente, segundo ele, em seu pronunciamento.

"É fundamental, incontornável e irremediável mantermos medidas de afastamento social nos próximos 15 dias", disse Crivella. "O que entendemos do pronunciamento do presidente é que é preciso enxergar a luz no fim do túnel e mostrar às pessoas que o sacrifício de agora (distanciamento social) vai dar frutos", disse Crivella sobre o pronunciamento do presidente.

24 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 24 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • L

    Luciano cunha

    ± 1 horas

    não dou político nem servidor público... já que prefeitos e governadores insistem em não me deixar trabalhar... deveriam então pagar minhas contas ué... tô tão errado assim??

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • F

      FERNANDO BITTENCOURT VARGAS

      ± 1 horas

      Todos os líderes mundiais do G-20, a OMS, as associações médicas, os cientistas, estão errados, e Bolsonaro e Olavo tem razão, é isso mesmo? O pior vírus é o da ignorância. O caso do presidente não é de impeachment, e sim de hospício.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      2 Respostas
      • W

        WILLIAM

        ± 4 minutos

        Austrália e Japão não fazem mais parte do G-20? Pois fizeram o oposto, seu mentiroso.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

      • L

        Lucio

        ± 1 horas

        Melhor se informar mais, hein? G20 na sua maioria pensa como Bolsonaro sobre o cuidado com a quarentena por causa da economia

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

    • S

      SAW

      ± 2 horas

      Uma coisa que admiro é a vontade de trabalhar que o Gabinete do Ódio tem. Trabalham intensamente! Parabéns!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • R

        Robin

        ± 2 horas

        A globo esta desesperada, falida, mamou muito na teta do governo, agora acabou.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • L

          Lucio

          ± 2 horas

          João Doria foi oportunista e inconveniente . Acredito na honestidade do presidente, sem dúvida. A saída para a crise para defender tanto a saúde quanto a economia só vem com diálogos sinceros e entendimento entre técnicos das duas áreas, não com oportunismo e inconveniência de pré-candidato. A provocação foi clara. Uma pena Bolsonaro não ter conseguido reagir com classe. Seria o fim do socialistazinho disfarçado. Mas o povo não é bobo. Espero que perceba o fato como de fato é.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • J

            JOSMAR PORTUGAL VAZ

            ± 3 horas

            Bolsonaro ama o Brasil. Como presidente ele tem que pensar em todas as possibilidades desta pandemia estamos vivendo . Se por acaso a crise for muito grande ,ela será muito menor do que o estrago que a quadrilha do luladrão fizeram com o povo brasileiro que , se somarmos tudo direitinho , passa dos trilhões , fácil, fácil. Acredito que Bolsonaro irá vencer mais este teste que é muito menos grave , para ele , do que aquele atentado estupido que aconteceu. Seus ministros , sem exceção , são de extrema competência, melhor time da nossa história .Fico imaginando o time da esquerda como seria .

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • P

              Paulo Henrique

              ± 5 horas

              Difícil ignorar a manipulação político-eleitoreira de vários governadores, inclusive daqueles que só são governadores hoje graças ao Bolsonaro (que os carregou nas costas meio que a contragosto). Agora notícia ainda mais grave foi veiculada, e que a meu ver configura crime de lesa-pátria, uma insurreição: https://brasilsemmedo.com/governadores-se-aliam-a-china-contra-bolsonaro/

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • G

                Gustavo Augusto Druziki

                ± 5 horas

                Aqueles que isolarem cidades e estados devem arcar com a respnsabilidade integral dos custos financeiros e sociais de tal ato. Do contrário comportam-se como MOLEQUES.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                1 Respostas
                • W

                  WILLIAM

                  ± 1 minutos

                  Já deixaram claro que vão tentar empurrar essa conta para o Bolsonaro, por isso mesmo ficaram com tanto ódio do discurso de ontem; pois deixou clara para população qual é a opinião dele e de quem é a culpa.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

              • A

                APJr

                ± 5 horas

                #ELE SIM # BOLSONARO 2022 #

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • E

                  Eduardo

                  ± 5 horas

                  Desde que não venham com o pires na mão pedir ajuda da União, os governadores estão aptos a tomar as medidas que a Constituição lhes confere.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  1 Respostas
                  • C

                    Carlinhos

                    ± 4 horas

                    O que o governo federal produz? Os produtos são gerados nos municípios e nos Estados.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                • L

                  Lucio

                  ± 6 horas

                  Quem tem a perder nessa situação é somente o país, a sociedade, o povo. Governadores, prefeitos e politicos em geral nunca estiveram com Bolsonaro. Ele foi uma pedra que o povo colocou na sapato deles. E agora, se o povo não for esperto, vão fazer o caminho reverso, usar o mesmo povo pra tirar Bolsonaro, a pedra do sapato deles. E volta a ser "Tudo como dantes no Quartel de Abrantes". ABRAM OS OLHOS POVO BRASILEIRO!!!!!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • M

                    MORALES

                    ± 6 horas

                    Concordo 100% com o presidente, mas ele poderia dizer exatamente a mesma coisa com outras palavras. Infelizmente ele concede vantagem aos seus adversários de forma voluntária e *******.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • H

                      Hélio

                      ± 6 horas

                      O Presidente está certo, mas com muita dificuldade de comunicação. Para quem tem cartão de crédito e uma reservinha no banco está fácil. Estão abertos mercados, farmácias, postos de gasolina. bancos, etc. E o transporte de gêneros funcionando a pleno. Então tá mole. E parte considerável da população que depende do dia a dia ? Gostaria de perguntar a aos engravatados e políticos que falam na TV, se dispensaram seus serviçais( empregadas e faxineiras) ? Se não o fizeram, são hipócritas ! PS : tenho 72 anos e a faxineira aqui do meu prédio está trabalhando normalmente.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • E

                        EmiliaVillela Janssen

                        ± 6 horas

                        Não pensem em politica :presidente, governadores e prefeitos o momento dificil para os continentes. Pensam na saúde da população enfrentando a pandemia do coranavirus

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • L

                          Luciano Franquim

                          ± 6 horas

                          O que Bolsonaro fala está certo. Mas tenho que reconhecer que ele deve ter mais "jogo de cintura".

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • L

                            luiz alexandre giovanella

                            ± 6 horas

                            Mas quem tem mais poder o presidente ou os governadores? Vamos obedecer ao presidente e não a corja de governadores **********,se todos forem trabalhar o que esse governadores vão faser? Nada e ponto final.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • P

                              Philipe dos Santos Pompeu

                              ± 6 horas

                              Tá difícil apoiar o governo com o Bolsonaro tomando essas atitudes idiotas, francamente, que vergonha pra direita brasileira

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • S

                                Sr. Walker

                                ± 7 horas

                                Meu Senhor, elegemos um doido da pedra. Tomara morra logo, antes que acabe destruindo um país como o nosso.Como diria o Bambam do BBB: "ninguém merece."

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • A

                                  AS

                                  ± 8 horas

                                  O governo federal está cada vez mais isolado porque o Bolsonaro age irresponsavelmente na condução da crise causada pelo coronavirus. Vai ser difícil governar se recusando a enfrentar a realidade e ignorando tudo e todos a sua volta.

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • I

                                    Irenio

                                    ± 8 horas

                                    Ótimo! Assim o governo não precisa ajudar esses estupidos.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    Fim dos comentários.