• 28/01/2020 21:49
Minas Gerais

Agricultura identifica contaminantes em mais 10 lotes de cerveja da Backer

  • 28/01/2020 21:49
  • PorGazeta do Povo
    Agricultura identifica contaminantes em mais 10 lotes de cerveja da Backer
    | Foto: Reprodução/Ministério da Agricultura

    Os contaminantes etilenoglicol ou dietilenoglicol foram identificados pelo Ministério da Agricultura em mais dez lotes de cervejas da marca Backer. Conforme informações divulgadas pela pasta nesta terça-feira (28), até o momento, as análises constataram a presença das substâncias em 41 lotes de 10 rótulos da cervejaria: Belorizontina, Backer Pilsen, Backer Trigo, Brown, Backer D2, Capixaba, Capitão Senra, Corleone, Fargo 46 e Pele Vermelha. O Ministério identificou em análises anteriores que a água utilizada na fabricação estava contaminada e continua a examinar amostras de cervejas coletadas na própria fábrica e também no comércio. A técnica utilizada nas averiguações é a cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas considerada a mais indicada para a identificação dos dois contaminantes. A empresa permanece fechada e os produtos só serão liberados para comercialização após aprovação do governo federal. Em paralelo às investigações administrativas conduzidas pelo ministério, a Polícia Civil de Minas Gerais investiga 29 casos de pessoas que apresentaram os sintomas da síndrome nefroneural.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    Máximo 700 caracteres [0]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.