• 12/11/2020 13:55
Benefício

Após apagão, Alcolumbre pede prorrogação do auxílio emergencial no Amapá

  • 12/11/2020 13:55
  • PorEstadão Conteúdo
    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre
    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre| Foto: Roque de Sá/Agência Senado

    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pediu ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para prorrogar o auxílio emergencial pago durante a pandemia de Covid-19 no Amapá. A justificativa é socorrer pessoas atingidas pelo apagão no estado, que deixou a maior parte dos municípios sem energia elétrica.

    "Os amapaenses perderam a comida de um mês, tudo estragou nas geladeiras. As pessoas estão sofrendo. É dever do Estado socorrê-las", escreveu Alcolumbre nas redes sociais. "Depois do apagão, nove dias atrás, o Amapá ainda não teve 100% da energia restabelecida. O sistema de rodízio impõe prejuízo e problemas. A população está sofrendo e precisa de ajuda e de respostas efetivas."

    No Amapá, o benefício é pago para 321.787 pessoas, o que equivale a 37% da população do estado, de acordo com o Ministério da Cidadania.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.